SÃO LUÍS – Vasta programação marca as comemorações do Dia Internacional da Mulher

Com uma ampla programação composta de feira de artesanato, espetáculo teatral, apresentação musical, gastronomia, entre outras atividades que valorizam a produção maranhense, a Procuradoria-Geral de Justiça comemorou o Dia Internacional da Mulher, 8 de março. A programação integra o Mês da Mulher no Ministério Público do Maranhão.

A abertura da comemoração foi feita pelo procurador-geral de justiça, Eduardo Nicolau, que destacou a permanente valorização da mulher no âmbito da instituição. “Nós sempre prestigiamos e continuaremos a prestigiar procuradoras, promotoras e servidoras de nossa casa. E a programação de hoje é mais uma demonstração do carinho da nossa administração com as mulheres do Ministério Público”, destacou.

Em seguida, foi a vez do pronunciamento da promotora de justiça Selma Regina Martins, coordenadora do Centro de Apoio Operacional de Enfrentamento à Violência de Gênero (CAO-Mulher), que discorreu sobre a simbologia, a história e importância da data. “Este é um dia de luta, é um dia de conscientização e é um dia para a gente se divertir. Nesse dia, várias mulheres estavam trabalhando e foram atrás de seus direitos. No entanto, foram constrangidas e houve um incêndio criminoso que vitimou 125 mulheres e 11 homens. De lá para cá, foram várias conquistas como o direito ao voto, direito de ser eleita, criação da pílula anticoncepcional, criação da Lei do Divórcio, criação das delegacias especiais da mulher. Queria, então, agradecer a presença de todas e que nós possamos ter sororidade, ser amigas das nossas mulheres”, disse.

Com o auditório lotado, um dos pontos altos da manhã foi a apresentação do espetáculo teatral “Pão com ovo”, da Santa Ignorância Companhia de Arte. A comédia tem como destaque os personagens satíricos Clarisse Milhomem (César Boaes) e Dijé (Adeilson Santos).

Ao final da apresentação, o procurador-geral de justiça, Eduardo Nicolau, subiu acompanhado da secretária de Estado da Mulher, Abigail Cunha, e de promotoras e procuradoras que integram a administração superior: a corregedora-geral do MPMA, Themis Maria Pacheco de Carvalho; a ouvidora do MPMA, Sandra Elouf; a procuradora de justiça Mariléa Campos dos Santos Costa, presidente da Comissão de Gestão Ambiental e secretária do Colégio de Procuradores, e a coordenadora do CAO-Mulher, Selma Martins.

“Hoje é dia de comemorarmos, mas não podemos esquecer de todas as mulheres que nos antecederam em várias batalhas, em várias lutas. Se somos o que somos, se estamos tendo a oportunidade de ocuparmos espaços de poder é porque houve uma luta lá atrás e a gente tem que ter esse reconhecimento”, declarou Abigail Cunha.

Paralelamente, foi promovida no saguão do prédio da instituição, a Feira Esquina da Arte, reunindo expositores de adereços e acessórios femininos, objetos de decoração e utensílios domésticos, além de produtos comestíveis. Igualmente integrou a programação do Dia Internacional das Mulheres a apresentação do grupo Cantinho do Choro.