São Luís participa da 13ª Mostra Cinema e Direitos Humanos

Em março, a 13ª Mostra Cinema e Direitos Humanos chega ao Maranhão e aos outros estados convidando o público a debater o país além da tela, com o tema “Vencer o ódio, semear horizontes”. Toda gratuita, a programação acontece em São Luís, no Auditório Setorial do Centro de Ciências Humanas da Universidade Federal do Maranhão (UFMA), a partir do dia 12. A estreia vai ter uma cerimônia de abertura, às 18h, com a exibição do filme “Nas Asas da Pan Am”, de Silvio Tendler, o cineasta homenageado nesta edição, às 19h30. A agenda segue até dia 15.

Com todas as regiões representadas nas produções cinematográficas selecionadas, a Mostra tem 18 filmes realizados por profissionais escolhidos por terem relação direta com os temas abordados nas telas, como racismo e os direitos das mulheres, de pessoas com deficiência, povos indígenas e comunidade LGBTQIAPN+. O roteiro do evento foi organizado em programas divididos com os títulos “Homenagem”, “Raízes”, “Sementes” e “Frutos”.

As oficinas com educadores são outras atrações da 13ª Mostra. O objetivo é a formação de multiplicadores, alcançando mais de 700 educadores no país, para que a arte e os direitos humanos apoiem o ensino. Em São Luís, as oficinas acontecem de 12 a 15 de março, das 15h às 18h, na Sala de Docentes do Programa de Pós-graduação em Geografia, no Centro de Ciências Humanas (CCH) da UFMA, Bloco/Piso 5, Campus do Bacanga, com link para inscrição: https://forms.gle/ph4CBxD7fCJr5FhA7.

Em uma segunda fase do evento, vai acontecer a Mostra Difusão, quando a programação desta 13ª edição ficará disponível online, na plataforma de streaming InnSaei.TV, e em equipamentos culturais das cidades participantes, de 25 de março a 24 de abril. Os espaços, incluindo os do interior, foram cadastrados pelo Ministério da Cultura, que realiza a Mostra com o Ministério dos Direitos Humanos e da Cidadania. A produção é do Departamento de Cinema e Vídeo da Universidade Federal Fluminense (UFF), com produção local do Programa de Pós-graduação em Geografia (PPGeo) da UFMA.

Programação gratuita

Dia 12, a 13ª Mostra Cinema e Direitos Humanos começa com “Nas Asas da Pan Am” (2020, 115 min, livre), de Silvio Tendler, às 19h30, no Auditório Setorial do Centro de Ciências Humanas da UFMA, na Av. dos Portugueses, 1966, Cidade Universitária, prédio do Centro de Ciências Humanas (CCH), Bacanga, São Luís.

Dia 13, às 10h, dedicado ao público infanto-juvenil da Mostra, o programa “Frutos” traz “Um Filme de Verão” (2019, 95 min, 14 anos). Depois, às 16h, o programa “Raízes” apresenta “Travessia” (2017, 5 min, livre), “Filha Natural” (2018-19, 16 min, livre), “Nossa mãe era atriz” (2022, 26 min, 12 anos), “Mãri Hi – A Árvore do Sonho” (2023, 18 min, livre), “O que pode um corpo?” (2020, 14 min, livre) e “A poeira dos pequenos segredos” (2012, 20 min, 14 anos).

Dia 14, às 10h, o programa “Frutos” tem “Tesouro Quilombola” (2021, 23 min, livre), “Mutirão, O Filme” (2022, 10 min, livre), “Cósmica” (2022, 7 min, livre) e “O Pato” (2022, 11 min, 14 anos). O programa “Sementes” começa, às 16h, com “Ribeirinhos do Asfalto” (2011, 26 min, livre), “Adão, Eva e o Fruto Proibido” (2021, 20 min, 14 anos), “Nossos espíritos seguem chegando” (2021, 15 min, livre), “Me farei ouvir” (2022, 30 min, 10 anos), “Escrevivência e Resistência: Maria Firmina dos Reis e Conceição Evaristo” (2021, 26 min, livre).

Dia 15, às 16h, a sessão “Homenagem” apresenta mais um filme de Silvio Tendler, “A Bolsa ou a Vida” (2021, 102 min,10 anos), seguido por debate aberto ao público, às 17h45.

Outras informações da Mostra podem ser acompanhadas através das redes sociais do evento e do site mostracinemaedireitoshumanos.mdh.gov.br.

Foto: Alexandre Soares