O Maranhense|Notícias do Estado do Maranhão

Saiba como aproveitar as promoções da Black Friday com segurança 

O período é oportuno e aguça as expectativas. Conhecida e aguardada pela maioria dos brasileiros, a Black Friday é a temporada queridinha dos consumidores pelas inúmeras oportunidades de comprar produtos bem mais baratos. Lojistas aproveitam para chamar a atenção dos clientes com preços atraentes, mas é preciso redobrar a atenção, especialmente nas compras pela internet. Na mesma proporção que anúncios tentadores invadem as multitelas nesse período, aumenta o risco de crimes virtuais. Isso porque, empolgadas com a possibilidade de economia, muitas pessoas esquecem de tomar os cuidados e acabam acessando links falsos.

O Instituto de Promoção e Defesa do Cidadão e Consumidor do Maranhão (Procon/MA) informa que, em novembro de 2020,  registrou 2.058 reclamações, sendo cerca de 50%  na Black Friday, principalmente por cobrança abusiva (o conhecido golpe da “metade do dobro”, quando o fornecedor aumenta gradativamente os preços nas últimas semanas antes das promoções de Black Friday); e descumprimento de oferta (quando o consumidor recebe um produto diferente do que comprou ou o produto não chega ou chega fora do prazo previsto, por exemplo).

A Black Friday de 2021 deverá registrar a maior movimentação financeira desde que foi incorporada ao calendário do varejo nacional, em 2010. De acordo com projeção da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), a data deverá movimentar R$ 3,93 bilhões no país. Confirmada essa expectativa, o faturamento das vendas on-line e presenciais apresentará crescimento de 3,8% em relação ao ano passado. No entanto, descontada a inflação, o volume deve apresentar um recuo de 6,5% pela primeira vez desde 2016.

Para evitar fraudes e coibir práticas que desrespeitem o direito do consumidor, o Procon/MA orienta: 

– Monitorar os preços dos produtos em oferta desde já, tirando prints e salvando os anúncios;

– Nas compras online: Preferir sites conhecidos; Conferir a reputação das lojas e sites; Confirmar o preço dos produtos no carrinho; Guardar todos os registros da compra; Verificar o frete e tempo de entrega;

Se consumidor tiver algum direito lesado, a denúncia pode ser formalizada no Procon por meio do site ou aplicativo do órgão, ou ainda pelas redes sociais.

 Veja outras dicas importantes de como evitar golpes e fraudes

– Não salve os dados do cartão no site de compra.

– Você pode dar preferência ao pagamento de cartão de crédito, por exemplo, pois ele tem a opção de estorno.

– Cuidado em compras em redes Wi-Fi gratuitas.

– Sempre verifique o valor da compra na máquina de pagamento.

– Uma boa dica é usar a opção de Aba Anônima no seu navegador de preferência.

– Não clicar em links desconhecidos ou links duvidosos em redes sociais ou em e-mails.

O Especialista em Segurança de Informação e professor do Núcleo de Tecnologia da Facimp Wyden, Paulo Henrique Barbosa, explica que é possível aproveitar as promoções e comprar com segurança. “O recomendado é que as compras não comecem na semana do Black Friday, mas muito tempo antes. Por exemplo, se você deseja um sapato, você o vê meses antes e começa a monitorar o preço até a Black Friday para finalmente dar o pontapé inicial. Lembrando que Black Friday, em sua essência, é queima de estoque de produtos, então, as opções de promoções por produtos de linha mais recentes são bem mais caras. A sugestão é buscar produtos mais antigos”.