O Maranhense|Notícias do Estado do Maranhão

Rosana da Saúde pede cumprimento de Lei que dispõe sobre criação das centrais de triagens às gestantes

Em seu segundo discurso na Câmara Municipal, a vereadora Rosana da Saúde (Republicanos) relatou que tomou conhecimento da Lei Nº 4.447/2005, que dispõe sobre a criação de centrais de triagens, visando a humanização do atendimento à gestante, mas que não está sendo cumprida.

A parlamentar destacou sua preocupação referente a essa questão, pois, já enfrentou obstáculos nos momentos em que foi solicitada para auxiliar gestantes e presenciou a dificuldade de encontrar o amparo necessário. “Eu mesma já passei por essa experiência de levar uma parturiente no meu carro, em busca de vagas nas maternidades para nascimento do seu filho. Digo que não foi fácil, encontrar vaga na maternidade, além de ser muito angustiante, a situação vivenciada por todos os envolvidos”, comentou.

Segundo Rosana da Saúde, a criação dessas centrais de triagens vai agilizar o atendimento e diminuir a probabilidade de nascimentos em atraso, o que ocasiona diversos problemas de saúde para os bebês.

Engajada com essa causa, a vereadora apresentou o requerimento N° 097/21, encaminhado à Prefeitura de São Luís, para que cumpra a Lei e crie as centrais de triagem, a fim de que o atendimento se torne realidade, garantindo os direitos e a devida atenção às gestantes.

“Considero de suma importância, o cumprimento dessa Lei. Por isso, a mesma é objeto de requerimento meu, a fim de que o Gestor municipal dê o devido cumprimento à mesma, que muito contribuirá para a melhoria e humanização do atendimento à gestante, nesse momento tão especial da sua vida”, ressaltou Rosana da Saúde.