.

Ricardo Duailibe dá posse a juízes e juíza como presidente em exercício

O presidente em exercício do Tribunal de Justiça do Maranhão, desembargador Ricardo Duailibe, deu posse ao juízes Jorge Leite e Gustavo Medeiros e à juíza Rosângela Prazeres, removidos, a pedido, para novos locais de atuação, nesta quarta-feira (1º), no Gabinete da Presidência do Tribunal de Justiça do Maranhão. 

Atual 1º vice-presidente do TJMA, Ricardo Duailibe exerce o cargo de presidente em substituição ao desembargador Paulo Velten, que assumiu interinamente o Governo do Estado. Mais cedo, Duailibe presidiu a sessão plenária administrativa da Corte.

O magistrado disse que sua expectativa no cargo é de tranquilidade, para dar continuidade ao projetos do desembargador Paulo Velten, porque acompanha o trabalho do presidente e de sua equipe.

“Ele tem uma frase que eu acho fantástica, que diz o seguinte: ‘Nós temos pressa, mas não podemos fazer errado’”, resumiu Duailibe.

O presidente em exercício revelou-se feliz pela colaboração, que começou com a tarefa de presidir uma sessão plenária.

“Tive a compreensão e a participação dos meus pares. Acho que cumpri bem a minha missão, porque já recebi, inclusive, parabéns de vários magistrados, vários colegas. Isso é bom, isso gratifica. É uma sensação de que estou cumprindo bem o meu dever”, finalizou o presidente em exercício.

POSSE

A juíza Rosângela Santos Prazeres Macieira, titular da 1ª Vara do Tribunal do Juri, foi removida, pelo critério de merecimento, para a 10ª Vara Cível, ambas do Termo Judiciário de São Luís, da Comarca da Ilha de São Luís. Disse que a remoção é mais um desafio. “Sair um pouco da zona de conforto, onde, hoje, na minha caixa de processos conclusos, tem dois processos. E eu vou assumir uma unidade que tem um volume de processos razoável, mas recebo o desafio com a mesma disposição de sempre”, destacou. 

O juiz Gustavo Henrique Silva Medeiros, titular da 3ª Vara do Termo Judiciário de Paço do Lumiar, foi removido, pelo critério de antiguidade, para a 12ª Vara Cível do Termo Judiciário de São Luís, ambos da Comarca da Ilha de São Luís. Ele agradeceu aos desembargadores e desembargadoras pela nova etapa. “É mais um ciclo que se abre e, cada vez que a gente muda, é muito difícil. É sempre um novo desafio, e a gente tem  o ímpeto de continuar sempre; e a batalha é grande’, frisou.

O juiz Jorge Antonio Sales Leite, titular da Vara da Família da Comarca de Bacabal, foi removido, pelo critério de merecimento, para a 2ª Vara Cível da Comarca de Caxias. “Estou saindo de uma unidade de 1.600 processos para uma de quase 19 mil processos. É um novo desafio, mas vamos encarar e temos certeza que, em pouco tempo, vamos conseguir sanear essa unidade”, comentou. 

A desembargadora Sônia Amaral, que já foi juíza da 10ª Vara Cível, demonstrou grande apreço e, particularmente, felicidade de ver a juíza Rosário Prazeres na unidade, pela sua eficácia à frente da vara onde, por várias vezes, a substituiu, quando precisou se afastar.

Da mesma forma, parabenizou o juiz Jorge Leite, pelo seu trabalho e sua dedicação. Em relação ao juiz Gustavo Medeiros, disse saber do seu compromisso e dedicação.

“As remoções de vocês são de uma importância imensa. Temos um volume de processos que é considerável. Vocês estão saindo de uma situação confortável, em termo de número, e fizeram a opção por algo mais relevante. Parabéns a vocês, parabéns ao Judiciário”, finalizou.

Estavam presentes os desembargadores Froz Sobrinho (corregedor-geral da Justiça) e Gervásio Santos, além juízes e familiares. 

Presente, também, à solenidade, o presidente da Associação dos Magistrados do Maranhão (AMMA), juiz Holídice Barros, falou da felicidade de ver três colegas que considera de altíssimo nível, cada um com um perfil diferente, mas todos com o compromisso com o Poder Judiciário.

“É aí que a gente espera dos colegas que eles continuem e sigam essa trajetória pelo bem do Poder Judiciário”, encerrou.