Prorrogado até dia 28 prazo para inscrições no edital Apoio à Pesquisa no Porto do Itaqui

Os pesquisadores interessados em submeter suas propostas ao edital Apoio à Pesquisa no Porto do Itaqui ganharam um prazo adicional para realizar suas inscrições na chamada pública. O edital teve inscrições prorrogadas até o dia 28 deste mês. A chamada, que está disponível no site www.fapema.br, é fruto de parceria entre a Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Maranhão (Fapema) e a Empresa Maranhense de Administração Portuária (EMAP), e tem recurso alocado no valor de R$ 5,6 milhões.

O recurso é destinado ao financiamento de pesquisas científicas aplicadas, tecnológicas e inovadoras, abrangendo áreas de conhecimento relacionadas aos setores portuário, marítimo, logístico e suas cadeias produtivas. A extensão do prazo de inscrição atende a solicitações dos pesquisadores interessados.

Podem submeter propostas pesquisadores de Instituições de Ensino Superior públicas ou privadas sem fins lucrativos, bem como a Instituições Científicas, Tecnológicas e de Inovação, sejam elas públicas ou privadas sem fins lucrativos, localizadas no Maranhão. Por meio do edital, serão concedidas bolsas e auxílios para o desenvolvimento de projetos a serem executados no prazo de 12 meses, podendo ser prorrogados por mais 12.

O presidente da EMAP, Gilberto Lins, destacou a importância do novo prazo para pesquisadores de Instituições de Ensino de todo o Maranhão. “A prorrogação é uma oportunidade de mais pesquisadores conseguirem adequar seus projetos, nos termos do nosso edital, com aplicação nos setores portuário, marítimo e logístico. O que queremos primordialmente é fomentar a pesquisa no nosso estado e no nosso Porto!”, disse.

O presidente da Fapema, Nordman Wall, destacou que a chamada pública integra o programa Porto do Futuro, lançado no ano passado pelo Governo do Estado. “O programa é voltado para projetos que contemplem a área portuária a partir dos eixos de Operações, Meio ambiente, Relação Porto Cidade, Desenvolvimento Socioeconômico Sustentável, Desenvolvimento Tecnológico e Gestão Pública”, explicou Wall.

Durante este mês, as equipes da Fapema e da EMAP estiveram em várias regiões do Estado para falar sobre o edital e tirar dúvidas dos pesquisadores sobre a chamada. Entre os municípios visitados estão Balsas, Imperatriz, Açailândia, Chapadinha, Timon e Bacabal. A iniciativa tem como objetivo garantir que um maior número de pesquisadores do interior do Maranhão submeta suas propostas ao edital, contribuindo, assim, para o desenvolvimento do setor portuário e para a sociedade maranhense em geral, considerando seu papel como um significativo gerador de riqueza para o Estado.

Os pesquisadores também foram convidados a visitar o Porto do Itaqui, que, este mês, foi reconhecido como a segunda melhor gestão portuária do país durante o prêmio Portos +Brasil, concedido pelo Ministério de Portos e Aeroportos (MPOR), que avalia e reconhece o desempenho dos melhores portos públicos brasileiros.