Projeto Porto São Luís segue cronograma de projetos a exemplo da cidade nova

O ano de 2023 foi de muito trabalho para toda a equipe da Ligga – Projeto Porto São Luís; que segue firme com seu cronograma de projetos, envolvendo a realização de ações sociais relevantes, obras de contrapartida social, capacitação de mão de obra local e conclusão dos estudos de engenharia; tudo isso antecedendo as obras principais desse que é um dos mais importantes projetos de infraestrutura, em processo de implantação, no Maranhão.

Em janeiro de 2023 por exemplo, como contrapartida social, a Ligga concluiu a construção do novo Complexo de Segurança da Vila Maranhão, composto de uma Delegacia de Polícia Civil e um Quartel da Polícia Militar, que já foi entregue ao Governo do Estado através da Secretaria Estadual de Segurança Pública.

Atualmente, estão em curso e dentro do cronograma previsto, as obras do projeto Cidade Nova, empreendimento social da Ligga – Projeto Porto São Luís; fruto do compromisso de compensação social da empresa acordado junto ao Governo do Estado do Maranhão.

O projeto compreende a construção da nova sede da escola de ensino fundamental (1º ao 5º ano) U.E.B Manuela Varela e uma creche para crianças de 4 a 5 anos, incluindo uma quadra poliesportiva coberta, que serão doadas à SEMED / Secretaria Municipal de Educação. O projeto da escola foi discutido e alinhado junto à SEMED, com atendimento a todas as normativas do MEC, FNDE e demais exigências técnicas. Será dotada de salas dedicadas a cada série, sala de multimeios, biblioteca, sala de professores, cozinha, cantina e área para refeições, pátio coberto, mobiliário todo novo, bem como toda a estrutura adaptada para a faixa etária das crianças do ensino fundamental.

Segundo a diretora Raquel Keila de Freitas Sousa, há dez anos à frente da gestão da U.E.B Manuela Varela, a nova sede da escola totalmente modernizada vai revolucionar as condições de atendimento e de ensino; além da novidade de contar com uma creche que, segundo ela, é a concretização de um antigo sonho da comunidade, que há muito ansiava por uma creche que atendesse às famílias e às crianças das comunidades do Cajueiro, Mãe Chica, Vila Maranhão, São Benedito, Maracanã e adjacências.

“Atualmente a nossa escola possui apenas 4 salas de aulas e oito professores para atender 150 alunos da Educação Infantil ao Ensino Fundamental I. Os alunos de 4 e 5 anos são atendidos nas turmas do Infantil I e II e os demais alunos são do Ensino Fundamental I – do primeiro ao quinto ano – na faixa etária de 6 a 11 anos. Enfrentamos muitas dificuldades nesse atendimento, pelo fato da estrutura física atual ser inadequada, no que se refere aos espaços escolares apertados, falta uma biblioteca que possa atender bem, além de banheiros e refeitórios mais modernos. A construção da nova sede vai ser importante não apenas para que consigamos atender melhor à demanda de alunos, mas também para oferecer um ambiente adequado para os docentes fazerem suas atividades de planejamento. A escola atual não conta com uma sala de professores, somente um espaço dedicado à secretaria e diretoria para fazermos todos os tipos de atendimentos. Em suma, a nova sede vai melhorar muito as condições de atendimento, aprendizagem e de lazer dos alunos” destacou a diretora.

“Com a nova sede, será ampliado o número de salas de aula, e consequentemente, haverá mais vagas na oferta de ensino para as crianças. O novo projeto prevê que a Educação Infantil vai ser independente do Ensino Fundamental, no mesmo prédio, mas com espaços separados, o que é muito melhor pedagogicamente. Já a creche estará anexada ao mesmo prédio do Ensino Fundamental e contará com mobiliários novos adequados para a faixa etária das crianças, bem como áreas exclusivas de acordo com a idade e série. Estamos todos muito felizes, gratos à Ligga e aguardando ansiosos pela entrega da nova escola em 2024” completou Raquel Sousa.

O Projeto Cidade Nova também irá construir moradias que integram o Programa de Reassentamento do Porto São Luis:

“As novas moradias representam um importante passo para as famílias integrantes do Programa, visto que contemplam todos os quesitos de acessibilidade e habitabilidade (saneamento básico, energia elétrica, etc.). O projeto foi desenvolvido de forma participativa e integrando escolhas e a realidade social de cada uma família, que receberá sua casa com geladeira, fogão e botijão, bem como documentação de regularização do seu imóvel em cartório” explicou Thomaz Baker, Ger. de Implantação da Ligga – Projeto Porto São Luís.

A previsão de conclusão da obra do Cidade Nova é no primeiro semestre de 2024, mas bem antes disso, já há várias pessoas da comunidade que estão sendo beneficiadas, desde já e de forma concreta, com a geração de empregos pela Ligga. Do total de 83 trabalhadores que atuam nessa obra, 66 são moradores da comunidade. E destes, oito foram formados em cursos profissionalizantes do programa Ligga Capacita, através da parceria entre a Ligga e o SENAI-MA; e foram contratados para cargos de pedreiros, carpinteiros e bombeiro hidráulico. Uma capacitação de alto nível que foi totalmente gratuita, com aulas realizadas na própria comunidade, na sede da empresa.

Thallys Bordon Lobo de Oliveira é morador do Guarimanduba, e se formou na oitava turma de Instalação Hidráulica. Ele é grato pela oportunidade não apenas da capacitação com o selo de excelência do SENAI, mas também pelo emprego formal recém conquistado:

“Sou mais um dos alunos beneficiados pelo programa Ligga Capacita e graças a Deus conclui o curso de bombeiro hidráulico. Antes eu já trabalhava como auxiliar de hidráulica, mas agora me sinto realmente profissionalizado e preparado, após fazer esse super curso. A Ligga tem dado essa oportunidade para a gente aprender a crescer no mercado de trabalho. E pra minha felicidade, no mesmo dia em que eu concluí o curso de manhã, a tarde eu ganhei uma indicação, como um dos melhores alunos da turma, para trabalhar na obra do Cidade Nova. Estou lá, atuando na obra e muito motivado por passar esse Natal e fim de ano com um diploma, e melhor ainda, empregado. Quero crescer cada vez mais e torço para que continue firme e forte essa parceria entre a Ligga e a nossa comunidade, pois tá sendo de muita ajuda pra todos nós. A empresa nos ajuda a crescer de fato, e não está na comunidade apenas para lucrar. Ela tem ajudado a comunidade realmente a crescer no próprio local; e assim todos crescem juntos e todos ganham” disse Thallys.

Crescer desenvolvendo a comunidade e o Maranhão é o propósito da Ligga, que conta com uma gestão moderna e valores alinhados aos conceitos de ESG (sigla em inglês para Meio Ambiente, Social e Governança). Como destaca o CEO da empresa, engenheiro civil Gerson Luiz Petterle, a empresa prioriza o desenvolvimento e aproveitamento da mão de obra local em todas as ações que realiza:

“O compromisso da Ligga é atuar com projetos transformadores e de impacto social, para beneficiar as atuais e as futuras gerações. Sempre respeitando, valorizando e ajudando a desenvolver as comunidades vizinhas. E além da geração de emprego, fazemos isso também com ações sociais que ajudam a promover o empreendedorismo, o esporte e a educação nessas comunidades. No caso desse projeto do Cidade Nova, os benefícios começaram na obra, e serão ainda maiores quando entregarmos as dez casas, a nova escola e creche, melhorando a qualidade de vida de muitas famílias. E tudo isso é apenas o começo, a Ligga pode ajudar a desenvolver o Maranhão de forma muito mais ampla. Estamos seguindo nosso cronograma de trabalho e de projetos com esse fim”, afirmou o CEO da Ligga Gerson Petterle.