.

Programa Travessia, da MOB, atenderá crianças com autismo

O Governo do Estado vai expandir o Programa Travessia para crianças com Transtorno do Espectro Autista (TEA). A iniciativa, coordenada pela Agência Estadual de Mobilidade Urbana e Serviços Públicos (MOB), passa a contar com veículo exclusivo e adaptado, ofertando transporte para atendimento de saúde, educação, esporte e lazer a este público. Em reunião, nesta segunda-feira (15), mães de autistas receberam a notícia com muita esperança e alegria.

“Nosso planejamento de trabalho vem no sentido de aprimorar e melhorar as ações que a MOB já executa, sempre buscando expandir e chegar a mais pessoas que necessitam. Essa nova modalidade do Programa Travessia, que iniciará os atendimentos na próxima semana, irá acolher as crianças com TEA, garantindo conforto, segurança e mais dignidade. Sabemos da importância do programa para estas mães, pais e seus filhos, e estamos compromissados em torná-lo cada vez melhor”, pontuou o presidente da MOB, Adriano Sarney.  

A diretora de Mobilidade Inclusiva e Aeroviária da MOB, Isabelle Passinho, conversou com as mães e explicou sobre o funcionamento desta modalidade do Travessia. “Com esta medida, estamos atendendo uma parcela da população que muito aguardava por este serviço. Nos traz satisfação saber que vamos poder acolhê-los, ofertando as ações do Programa Travessia”, ressaltou a gestora. 

Na reunião, as mães tiraram dúvidas sobre o cronograma da ação e parabenizaram o avanço do Programa Travessia. Moradora da Vila Sarney, no Maracanã, Jéssica Barros Lima, mãe da Debora, de quatro anos, diz que o sentimento é de satisfação. “Só tenho gratidão. A gente que é mãe de autista e depende do transporte público acordamos na madrugada, a criança não se adapta e agora, vai ser diferente, pois, teremos mais conforto, mais segurança e um transporte mais adequado para nossos filhos. Estou muito feliz”, enfatizou.

“Fiquei muito esperançosa. Era um serviço que a gente esperava muito. Os atendimentos que conseguimos fazer são, em sua maioria, em lugares distantes de nossas residências. Eu orava muito para Deus para que o Travessia alcançasse as crianças autistas e sei que vai dar tudo certo”, disse Letícia Ferreira, mãe da Sofia de cinco anos e moradora do bairro Parque dos Sabiás, área do São Bernardo.

Para Emiliane Farias, mãe do Álvaro de cinco anos, que mora no Jardim Tropical I, a expansão do Programa Travessia “é muito importante e para nós, uma alegria, uma vitória que nos deixa muito felizes”, ressaltou.

O Programa Travessia para os autistas vai funcionar todos os dias, das 8h às 20 horas. Para as viagens, é feito cadastro e o agendamento com até 48h de antecedência. O veículo é do tipo van e tem capacidade para até 16 pessoas, incluindo acompanhante. A nova modalidade começa a funcionar a próxima semana. 

Mais mobilidade

O Programa Travessia garante o transporte gratuito, porta a porta, e mais condições de mobilidade para pessoas com deficiência, crianças com micro e hidrocefalia e outras doenças neurológicas, além de idosos e pessoas hipossuficientes e agora, para crianças autistas. São 10.478 cadastrados, entre usuários fixos e casuais, nas três modalidades: Travessia Clássico, Travessia Melhor Idade e Travessia Saúde. Criado em 2016, o Programa Travessia está presente em 46 cidades do Maranhão.