Primeiro Lava-Pratos de Imperatriz atrai mais de 300 mil foliões e se consolida no calendário maranhense

O 1º Lava-Pratos de Imperatriz encerrou sua primeira edição com um balanço extremamente positivo, marcado por uma expressiva presença de público e um impacto significativo na economia local. O evento, realizado pelo Governo do Maranhão em parceria com diversos órgãos e empresas, reuniu mais de 300 mil pessoas nos dias 24 e 25 de fevereiro na Avenida Bernardo Sayão, transformando a cidade na capital da folia na Região Tocantina.

Com uma programação diversificada, que incluiu apresentações de artistas locais e renomados nomes da música nacional, como Claudia Leitte, Matheus e Kauan, Márcia Fellipe e Henry Freitas, o Lava-Pratos de Imperatriz conquistou os foliões e se consolidou como um dos maiores eventos carnavalescos do estado.

Além da festa e da animação, o evento trouxe consigo uma série de benefícios econômicos e sociais para a região. A movimentação financeira impulsionou o comércio local e gerou oportunidades de trabalho e renda para pequenos empreendedores, como vendedores ambulantes e beneficiários dos programas sociais Mais Renda e Minha Renda.

Na oportunidade, o governador Carlos Brandão destacou que a segunda capital maranhense é uma das prioridades do governo, e que o Lava-Pratos foi pensado como forma de reproduzir o Carnaval realizado em São Luís, valorizando Imperatriz e toda a sua região.

“Uma festa especial, do jeito que Imperatriz merece. Tivemos, acima de tudo, a geração de emprego e renda para milhares de famílias, com os hotéis, bares e restaurantes cheios, muitas corridas para os taxistas e motoristas de aplicativos. O primeiro Lava-Pratos foi pensado como forma de valorizar Imperatriz e região. Em São Luís, promovemos o maior e o melhor Carnaval da história, e não tivemos dúvidas em fazer algo semelhante em Imperatriz. No nosso governo, a segunda capital do Maranhão é prioridade”, pontuou o governador.

Diante do sucesso alcançado nesta primeira edição, o Lava-Pratos de Imperatriz já se consolida como um evento de grande importância no calendário cultural e turístico do Maranhão, prometendo retornar nos próximos anos com ainda mais brilho e animação para celebrar a cultura e a alegria do povo maranhense.

“O Carnaval Lava-Pratos de Imperatriz foi um grande investimento na cultura e no turismo da Região Tocantina, que proporcionou momentos de alegria para o público, o fortalecimento da economia e a geração de trabalho e renda. Em Imperatriz, a gente repetiu o sucesso do Carnaval do Maranhão, os foliões participaram e vivenciaram a magia da festa”, ressaltou o secretário de Estado da Cultura (Secma), Yuri Arruda.

A presença maciça de turistas também contribuiu para o aquecimento do setor turístico, evidenciando o potencial da cidade de Imperatriz como destino de entretenimento na região. A Secretaria de Estado do Turismo acompanhou de perto o evento e planejou estudos para avaliar o impacto do Lava-Pratos no turismo local e na economia da região.

“O Governo do Maranhão se preocupa em levar a alegria e alavancar o nosso turismo por meio da cultura nas diversas regiões do nosso estado. No 1º Lava-Pratos de Imperatriz, eu pude comprovar o quanto os maranhenses são animados e calorosos. O evento tem força para se consolidar no calendário”, enfatizou a secretária de Estado do Turismo (Setur), Socorro Araújo.

Outra novidade testada durante o Carnaval em São Luís e replicada no Lava-Pratos em Imperatriz foram os camarotes instalados em parceria com a iniciativa. O projeto é liderado pela Maranhão Parcerias (Mapa), que prorrogou a permissão para concessão de áreas comerciais temporárias em grandes eventos, beneficiando a festa em Imperatriz. O Governo, que receberá 25% dos lucros líquidos, vai investir em políticas públicas de saúde na Região Tocantina.

No Lava-Pratos de Imperatriz foram duas áreas: o Camarote ITZ e o Camarote Imperial. As empresas foram responsáveis por todas as despesas. Dados preliminares apontam que mais de 1.300 pessoas aderiram à opção de lazer nos dois camarotes em cada dia de folia, consagrando um sucesso de público e esgotando todos os ingressos. 

Para o presidente da Mapa, Cassiano Pereira Junior, o resultado positivo é fruto do aproveitamento do potencial de Imperatriz e das parcerias com a iniciativa privada. “Ficamos muito felizes em trazer esse projeto para Imperatriz, que foi aprovado no Carnaval em São Luís. A população de Imperatriz aderiu a essa opção, esgotando todos os ingressos dos dois espaços. Então, por meio dessa parceria público-privada, foi possível ter esse excelente resultado, com pessoas se divertindo, empregos sendo gerados, movimentando a economia da Região Tocantina e gerando investimentos na saúde”, afirmou.

A festa também foi uma oportunidade para pequenos empreendedores como Antônia dos Santos Rabêlo, beneficiária do programa Minha Renda, do Governo do Maranhão, que pôde trabalhar para elevar a qualidade de vida da sua família.

“O programa Minha Renda chegou em uma boa hora, em um momento em que a gente precisa e as coisas estão difíceis. Para nós, é uma boa ajuda do governo. Agora, é o nosso meio de ganhar dinheiro, é importante não só pra gente, mas para as nossas famílias”, disse a autônoma.

Outro ponto de destaque foi a segurança e a estrutura oferecidas aos participantes. Com um amplo esquema de segurança, que envolveu a atuação conjunta da Polícia Militar (PMMA), Polícia Civil (PCMA), Centro Tático Aéreo (CTA), Perícia Oficial e Corpo de Bombeiros Militar do Maranhão (CBMMA). Mais de 150 policiais militares fizeram a ronda preventiva e repressiva no circuito, onde tudo transcorreu de forma tranquila e segura. 

O atendimento emergencial de saúde durante a folia também foi garantido pela Secretaria de Estado da Saúde (SES), com um Posto de Atendimento Médico montado no circuito e uma equipe formada por médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem e técnicos de higienização, que atuaram na unidade em regime de plantão.