.

Primeira agroindústria quilombola com registro do MAPA no Maranhão será inaugurada em Cândido Mendes

A Associação da Comunidade Quilombola de São José dos Portugueses, localizada em Cândido Mendes, região noroeste do Maranhão, conquistou junto ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), o certificado de registro de estabelecimento, como produtor e fabricante de polpa de frutas. Com isso, estarão habilitados para disponibilizar seus produtos no mercado formal, inclusive para a alimentação escolar via Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) e outros mercados institucionais em todo Brasil. 

E para marcar a conquista, neste sábado (21), a partir das 14h, acontecerá a inauguração da Agroindústria Ecopolpas que, também, será um momento de articulação para a sustentabilidade e apoio ao fortalecimento da iniciativa. 

O evento será realizado na própria comunidade quilombola de São José dos Portugueses e contará com as presenças de prefeitos da região do Alto Turi, dos representantes da Agência Estadual de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural (Agerp), do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e potenciais parceiros comerciais da região.

A Ecopolpas recebe assistência técnica da Agência Estadual de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural (Agerp), através do trabalho em campo, desenvolvido pela Regional Zé Doca, por meio de ações no âmbito do Programa Mais Gestão e do associativismo. 

A Associação é a primeira, em território quilombola, a receber o registro no Maranhão e a segunda no Brasil. A conquista é um importante marco para a geração de renda e desenvolvimento social do Alto Turi, uma das regiões mais pobres do estado. Também é importante para a oferta de alimentos agroecológicos à população da região. A Ecopolpas regularizada oficialmente, com todas as exigências e protocolos sanitários, vai poder fornecer alimentos registrados para a região.