Prefeitura de São Luís melhora atendimento no Hospital da Criança com projeto Lean nas Emergências

O Hospital Dr. Odorico Amaral de Mattos (Hospital da Criança) recebeu, nesta terça-feira (15), a certificação por eficácia na implantação do programa Lean nas Emergências. A iniciativa, elaborada pelo Ministério da Saúde e implementada pela Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semus) com assessoria do Hospital Sírio-Libanês, oportunizou melhorias importantes que modificaram as rotinas internas de administradores e corpo técnico, que possibilitaram elevação no grau de atendimento dos pacientes. A ação integra a política de saúde do prefeito Edivaldo Holanda Junior.

Como bons resultados da implantação do projeto na unidade de saúde destaque para a redução de mais de 70% do tempo de internação em pouco mais de um ano de execução do projeto no hospital; redução da distância percorrida por pacientes nas dependências internas;  e alterações na conduta clínica que contribuíram para a queda nos índices de permanência na unidade. Além das melhorias físicas e na rotina de atendimento, outra vantagem do Lean no Hospital da Criança foi a possibilidade de uso racional de materiais e inclusão de novos fluxos internos, possibilitando redução de custos sem necessidade de queda na qualidade do serviço.

Participaram do evento, além de representantes do Sírio, membros da Semus e integrantes da sociedade civil, além de funcionários do Hospital da Criança. Um dos avanços com a implantação do projeto foi o percentual Nedocs, que calcula o tempo de internação em hospitais e apresentou redução de mais de 70% em pouco mais de um ano de execução do Lean no Hospital da Criança. “Isso comprova que todas as medidas e melhorias foram bem executadas. Atualmente, o público infantil recebe da gestão do prefeito Edivaldo um atendimento cuja eficiência é comprovada nacionalmente”, disse a secretária titular da Semus, Natália Mandarino, durante o ato. Além dela, a secretária-adjunta da Semus, Isabel Macêdo, também esteve presente.

AVANÇOS

Quanto aos avanços, o consultor do Sírio-Libanês, Rodrigo Garcia, parabenizou as equipes ludovicenses de saúde pública pelos bons resultados apresentados. “Desde o começo, nossa preocupação era orientar ao máximo o corpo técnico local. No entanto, durante o período, os profissionais demonstraram preparo e nos auxiliaram no processo como um todo”, afirmou.

A implantação das ações que visam reduzir o tempo de espera nas urgências e emergências dos hospitais públicos e filantrópicos do território nacional foi interrompida durante a execução das medidas de isolamento social determinadas pelas autoridades sanitárias em virtude do coronavírus. Em setembro deste ano, o projeto Lean foi retomado para a fase final de execução.

O Hospital da Criança é a terceira unidade de saúde da rede pública da capital maranhense selecionada para o projeto Lean nas Emergências. Antes, os Hospitais Djalma Marques (Socorrão I) e Clementino Moura (Socorrão II) foram selecionados. Além do Lean, a Semus firmou em maio do ano passado um acordo de cooperação técnica (ACT) com o Instituto Brasileiro de Políticas Públicas (IBRAPP) – entidade do terceiro setor com foco no desenvolvimento do setor público.