Prefeito Edivaldo celebra avanços da gestão de resíduos sólidos em evento com agentes de limpeza

O prefeito Edivaldo Holanda Junior participou de um encontro com agentes do serviço de limpeza pública, na manhã desta terça-feira (22), no Ginásio Poliesportivo Tião, no Parque do Bom Menino. A ocasião marcou um momento de confraternização dos agentes, com um café da manhã e música ao vivo, como forma gratidão pelos bons serviços prestados durante a gestão municipal. Em resposta, o prefeito recebeu em retorno uma homenagem dos servidores, um quadro com imagens de fatos importantes que marcaram a política de gestão de resíduos sólidos nos últimos anos.

Acompanhado da primeira-dama Camila Holanda, do vice-prefeito Julio Pinheiro e da presidente do Comitê Gestor de Limpeza Urbana (CGLU), Carolina Moraes Estrela, o prefeito ressaltou a importância do trabalho dos agentes de limpeza na gestão municipal. “Agradeço a Deus por termos chegado a este momento. Eu não queria findar a gestão sem ter essa oportunidade de nos confraternizar com os nossos amigos trabalhadores da limpeza pública, que exercem um papel muito valioso para toda a cidade. Graças ao empenho e esforço de cada um, conseguimos avançar bastante em todos os setores da gestão de resíduos sólidos transformando a cidade em referência neste setor”, enfatizou o prefeito.

À frente da gestão municipal, o prefeito Edivaldo realizou investimentos na área de resíduos sólidos que garantiram que São Luís se tornasse referência nacional no setor, sendo a cidade do Nordeste com maior taxa de reciclagem, cerca de 5,5%, segundo dados do Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento (SNIS). No final da tarde de segunda-feira (21), o gestor inaugurou dois novos Ecopontos, colocando assim em funcionamento 23 equipamentos do tipo na capital. 

Como uma das ações estratégicas, o prefeito entregou, recentemente, o Centro Ambiental Ribeira – São Luís, que representa um marco da gestão atual na política de manejo e destinação de resíduos e de material reciclável. O antigo lixão da Ribeira, que funcionou por 20 anos, hoje é um local totalmente transformado e adequado aos padrões ambientais vigentes, contando com um Galpão de Triagem de Materiais Recicláveis, um Pátio de Compostagem de Resíduos Orgânicos e uma Usina de Beneficiamento de Resíduos da Construção Civil que vão garantir o reaproveitamento de 7.300 toneladas de resíduos por mês. Além disso, o Centro de Educação Ambiental, também implantado na área, vai fortalecer as políticas de incentivo à reciclagem na capital.

O vice-prefeito Julio Pinheiro ressaltou a importância dos agentes de limpeza para tornar a cidade está mais bela, bem cuidada e limpa. “Os agentes de limpeza não são invisíveis pela gestão e este encontro é uma prova disto. São Luís cresceu muito nos últimos anos e, com isso, os desafios se tornaram maiores para a gestão pública e, graças a ajuda de todos os servidores, o prefeito Edivaldo enfrentou tudo isso com muita responsabilidade e competência, investindo no aprimoramento da política de gerenciamento de resíduos e coleta seletiva”, ponderou o vice-prefeito.

São Luís dispõe ainda do serviço de Coleta Seletiva Domiciliar por agendamento. Por meio deste serviço, o cidadão pode entrar em contato com uma central de atendimento e agendar o recolhimento domiciliar dos materiais recicláveis já devidamente separados. Vale lembrar também que, ao longo de 2020, foram instaladas 10 mil lixeiras em toda a cidade para garantir o descarte ambientalmente adequado dos resíduos sólidos. “A nossa homenagem vai para todas as equipes da varrição de ruas, da coleta residencial, dos Ecopontos, enfim, todos os servidores que cumpriram com o dever com bastante responsabilidade e compromisso com o bem-estar da comunidade”, frisou a presidente do CGLU, Carolina Estrela.

Além dos serviços diários de coleta domiciliar, varrição de ruas e capina, a cidade dispõe de uma rede de Ecopontos espalhadas pela cidade, que são unidades onde a população pode fazer a entrega voluntária de materiais recicláveis, evitando o descarte irregular nas vias públicas e o desperdício de matéria-prima. Os equipamentos são construídos estrategicamente em áreas que já foram usadas para o descarte irregular de resíduos sólidos.

“Essa homenagem é uma coisa importante para nós, que somos agentes de limpeza. A gente trabalha o ano inteiro e é muito bom ter, no final do ano, um reconhecimento pelo nosso esforço e pela nossa dedicação diária, cuidando das ruas e praças”, afirmou Eliete do Vale Aguiar, moradora da Cidade Olímpica, que trabalha há 2 anos no serviço de limpeza pública e integra as equipes de varrição de rua.

O café da manhã com os agentes de limpeza pública contou ainda com música ao vivo, a cargo do artista Eric Pires, que aproveitou para mostrar, além do entretenimento, o seu trabalho com material reciclável. Ele constrói caixas de som com material que recupera dos Ecopontos, uma parceria com o CGLU, utilizando galões plásticos de vários tamanhos e pneus de automóveis. “Antes, eu recolhia esse material nas ruas, mas hoje procuro nos Ecopontos os materiais que preciso para produzir as caixas de som e, assim, dar uma nova destinação a um objeto que, há anos atrás, certamente iria parar nos lixões, mas hoje promove inclusão”, explicou o músico.