.

Polícia Civil prende em São Luís, homem por estupro de vulnerável

Na manhã desta quanta –feira (23), a Polícia Civil, deu cumprimento a um mandado de prisão preventiva a um homem investigado por prática de estrupo em adolescentes em São Luís. O suspeito foi conduzido para a Delegacia da Proteção da Criança e  Adolescente (DPCA), para início do processo do cumprimento da prisão.

As investigações realizadas pela DPCA, apontaram que o homem  abusou sexualmente de três adolescentes com idade de 14 anos na capital. O suspeito foi preso e encaminhado para a Delegacia, onde foi realizado as investigações.

Após as formalidades legais, a Delegacia de Proteção a Criança e Adolescentes encaminhou o referido homem para o Complexo Penitenciário de Pedrinhas, onde ficará à disposição da Justiça. As investigações seguem em segredo de justiça.

De acordo com o levantamento da delegada da DPCA, Pollyanne Costa, só essa semana foram cumpridos três mandados de prisão preventiva pelo crime de delito de estupro de vulnerável na capital. Dois dos casos apontam que os suspeitos mantinham relações sexuais com meninas entre 12 e 10 anos de idade, uma delas, acabou engravidando em decorrência da violência sexual. A delegada da Delegacia de Proteção á Criança disse quem vem registrando em média uma ocorrência de estupro por dia, todas envolvendo vítima menor de 14 anos.

A delegada Bianca Almada falou, que no Maranhão, são apresentados diversos esforços que visa potencializar o combate contra os crimes de vulneráveis em todo o estado. Segundo ela, a Secretaria de Segurança Pública e o Ministério Público tem se mostrado sensível as causas ocorrida na capital e no interior do estado.

“Temos representado, junto ao Poder Judiciário, por dezenas de prisões preventivas. Os promotores e juízes têm mostrado sensibilidade a demanda, expedindo os mandados, conforme temos postulado. Alguns suspeitos estão foragidos”,disse a delegada.