PEE Celso Furtado: Governo beneficia mais mil famílias com o Cheque Minha Casa

O governador Flávio Dino participou, na manhã deste sábado (26), da solenidade virtual de entrega de mil Cheques Minha Casa, para moradores da região metropolitana de São Luís. O programa disponibiliza um benefício de R$ 5 mil para compra de materiais de construção e reforma de unidades habitacionais. 

A ação, gerenciada pela Secretaria de Cidades e Desenvolvimento Urbano (Secid), faz parte do Plano Emergencial de Empregos Celso Furtado (PEE Celso Furtado), que busca injetar recursos e aquecer a economia local até dezembro de 2020. Somente no âmbito do PEE, foram duas mil famílias beneficiadas com o recurso. 

“O Cheque Minha Casa é um dos programas bem-sucedidos do nosso Governo. Já entregamos praticamente R$ 50 milhões em cheques. É uma possibilidade das famílias maranhenses concretizarem sonhos. E ajuda que o Governo siga na caminhada cujo destino é uma sociedade de direitos para todos e para todas, nos termos da lei”, garantiu o governador Flávio Dino. 

De acordo com o governador Flávio Dino, já está em estudo uma nova modalidade do Cheque Minha Casa, que inclua também a possibilidade da família beneficiada adquirir eletrodoméstico e móveis. “Se a pessoa estiver precisando de uma geladeira, uma cama, um fogão, vamos ter também essa opção. Estamos elaborando o projeto de lei. A gente cuida da rua, mas o espaço primeiro é onde vive a nossa família. E temos essa preocupação permanente”, afirmou o governador.

“A inclusão do Cheque Minha Casa, dentro do escopo de ações do Plano Celso Furtado, mostra que esse projeto é importante, não apenas para melhorias de instalações sanitárias, algo que já é essencial nesse contexto de pandemia, mas também na promoção da ativação da economia por fomentar a cadeia da construção civil que é fundamental para geração de empregos e renda”, destaca Raimundo Reis, secretário de Estado de Cidades e Desenvolvimento Urbano.

O pedreiro Marco Martins estava há 25 anos sem conseguir reformar a própria casa e foi beneficiado com o cheque. “Veio em uma hora muito boa. Eu estou desempregado, ainda não estou aposentado, passando por uma situação difícil. A minha casa teve um ‘estouramento de laje’ e rachou. Agora vou conseguir colocar um vigamento no meio”, comemorou.

Com viés também econômico, o Cheque também aquece a economia “Através da construção, temos um pedreiro trabalhando, pintor, eletricista, carpinteiro. Esses profissionais irão movimentar o comércio do bairro e isso dá dinamismo para a economia. Apostar no programa traz dignidade para as famílias e também ajuda o comércio, para que a atividade comercial não seja paralisada nesse período difícil”, disse Robério Lemos, empresário do ramo de construção.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.