Parque Botânico Vale doou 25 mil mudas às comunidades de São Luís em 2023

O Parque Botânico Vale doou 25 mil mudas ao longo do ano de 2023. Além disso, destinou outras 22 mil para ações de compensação ambiental na região da grande Ilha. A doação de mudas é um dos serviços gratuitos oferecidos pelo Parque, mantido há 15 anos pela mineradora Vale, em uma área de conservação de 100 hectares de flora e fauna preservados, na região Itaqui-Bacanga, em São Luís (MA).

As mudas doadas pelo Parque são de diferentes espécies e podem ser entregues a instituições ou a qualquer pessoa física. Para escolher a espécie e quantidade, o solicitante deve enviar a solicitação para o e-mail geraldo.filho@vale.com. Entre as espécies disponíveis estão: Ipê amarelo, Ipê rosa, Sumaúma, Juçara, Buriti, Janaúba, Jenipapo, Aroeira etc. Em caso de dúvida, os interessados podem ligar para 98 32727702.

Cidade mais verde

As mudas doadas geralmente são utilizadas na urbanização de praças, quintais e vias públicas e ajudam na manutenção das áreas verdes da cidade de São Luís (MA). O benefício já é bastante conhecido: as árvores absorvem o dióxido de carbono e o transformam em oxigênio, ajudando a reduzir a quantidade de carbono na atmosfera. O plantio de árvores ajuda a compensar as emissões de carbono e a reduz os efeitos do aquecimento global.

Metas de conservação e reflorestamento

Em 2019, a Vale se comprometeu com seis metas de sustentabilidade alinhadas à Agenda 2030 da ONU. Uma delas é a Meta Florestal Vale 2030, compromisso voluntário de proteger e restaurar 500 mil hectares de biomas no Brasil, em especial a Amazônia, além dos seus limites operacionais. Isso corresponde a proteção de 400 mil hectares e 100 mil hectares de recuperação de áreas.

A meta de 500 mil hectares se soma aos mais de 1 milhão de hectares que a Vale já ajuda proteger no mundo por meio de ações de compensação ou voluntárias. Deste total, 800 mil hectares estão na Amazônia, onde a empresa está presente há quase 40 anos.

Esta semana, a Vale passou a integrar a plataforma 1 trillion tress (1t.org), iniciativa que é parte dos esforços do Fórum Econômico Mundial para acelerar soluções baseadas na natureza em apoio à Década (2021-2030) das Nações Unidas para a Restauração dos Ecossistemas (ONU).

O 1t.org acompanha empresas parceiras, proporcionando mais transparência e integridade a seus compromissos e ações para conservar, restaurar e cultivar árvores e florestas ao redor do mundo. Para participar do 1t.org, as empresas só são elegíveis se comprometerem a estabelecer uma meta de redução de emissões alinhada com o Acordo de Paris