Parceria entre UEMA e Capes garante abertura de novos cursos pelo ESKADA

A partir de 1º de fevereiro, dois novos cursos da parceria entre a Universidade Estadual do Maranhão (UEMA), por meio do Núcleo de Tecnologias para Educação (UEMAnet), e a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), autarquia vinculada ao Ministério da Educação (MEC), estarão abertos para inscrição. Psicologia da Educação e Multimeios em Educação são cursos gratuitos, totalmente on-line e voltados para educadores em todo território brasileiro. As formações são ofertadas pela plataforma de cursos abertos da universidade, ESKADA (eskadauema.com).

Firmada no ano passado, a parceria entre UEMA e Capes tem como foco o desenvolvimento e a oferta de cursos de formação continuada para professores da educação básica e alunos das licenciaturas. A expectativa é que as capacitações possam contribuir para ampliar o conhecimento por meio da educação intermediada por tecnologias e apoiar os educadores quanto ao uso de ferramentas on-line, tanto no retorno gradual das atividades presenciais quanto nos ambientes virtuais de aprendizagem. Em novembro, na primeira etapa da parceria, foram lançados os cursos de Desenho Didático para o Ensino On-line, Mediação em EaD e Como Produzir Videoaulas.

“Apoiar a qualificação continuada de professores da educação básica é uma importante forma de valorizar estes profissionais”, comentou Benedito Aguiar, presidente da Capes. “Auxiliá-los a atualizar metodologias é investir no processo de ensino e aprendizagem e resulta num melhor aproveitamento do aluno”, completou o presidente.

Para o reitor da UEMA, a formação de professores é um tema que merece total atenção, principalmente no cenário atual. “Graças ao esforço conjunto dos professores e das políticas educacionais, a pandemia não foi capaz de interromper o processo de aprendizagem de milhares de alunos em todo o país. O uso de ferramentas tecnológicas é um aliado importante nesse processo, ao permitir a expansão de novas formas de ensinar. Assim, capacitar os professores no uso das tecnologias no ambiente educacional é uma forma de contribuir para a melhoria da educação durante esse tempo ímpar de pandemia”, afirmou o professor.

Para a professora Ilka Serra, coordenadora do UEMAnet, adaptar-se à nova realidade é um passo imprescindível para os profissionais da educação. “Os cursos da parceria foram concebidos e produzidos pela UEMA com o objetivo de servir como suporte aos professores, para o desenvolvimento de habilidades e competências que são necessárias neste momento. Hoje, a atuação do professor passa pela reestruturação de dinâmicas em sala de aula e formas de ensinar. Para isso, conhecer as ferramentas tecnológicas e entender as relações e comportamentos desenvolvidos nos novos ambientes educacionais contribui imensamente no processo de ensino e aprendizagem”, disse a professora.

Sobre a plataforma ESKADA

A plataforma de cursos abertos da UEMA foi criada, em 2014, com o objetivo de oferecer capacitações de qualidade e alinhadas com as exigências do mercado. Cinco anos depois, a plataforma foi reformulada, o que a tornou mais dinâmica e inovadora. Entre as mudanças, ganhou nova identidade visual, atualização de seus cursos, novidades no seu catálogo e um novo nome: ESKADA.

Com quase 500 mil usuários cadastrados, distribuídos por todo o Brasil e em outros 64 países, a plataforma conta com 30 cursos de qualificação. Em 2021, a previsão é de que pelo menos mais 8 novos cursos sejam acrescidos ao catálogo, variado e em constante atualização. Os cursos são voltados ao público em geral e alcançam um número considerável de pessoas, em todas as esferas sociais.