O Maranhense|Notícias do Estado do Maranhão

Omega.360 discute o futuro da energia renovável

A energia renovável como uma solução definitiva para os problemas do setor elétrico no Brasil é o pano de fundo do Omega.360, evento online que começará no próximo dia 21 de setembro e que deve reunir dez mil pessoas, dentre elas personalidades globais. Serão três dias de trocas de experiências, conhecimentos e iniciativas sobre Sustentabilidade e Empreendedorismo como caminhos para a transformação de realidades e cidades. Uma oportunidade para a população se informar um pouco mais sobre alternativas que podem garantir economia quando o assunto for tarifa de energia e flexibilidade do setor elétrico, evitando, portanto, as consequências do desabastecimento que os brasileiros enfrentam atualmente.

A Omega Energia, maior geradora brasileira de energia renovável, está à frente da organização das palestras que serão realizadas sempre a partir das 17h, com mediação da jornalista Rosana Jatobá. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas pelo site  www.omegaenergia.com.br/omega360. O objetivo do Omega.360 é consolidar-se nos próximos anos como um fórum que coloque em pauta novas abordagens para o mercado de energia brasileiro. O evento é de interesse dos consumidores de energia, líderes empresariais e setoriais, e formadores de opinião. Durante o evento, a Omega Energia lançará um movimento nacional para acelerar o acesso à energia renovável para todos os brasileiros.

Para o fundador da Omega Energia, Antonio Bastos Filho, a iniciativa faz parte do DNA empreendedor da empresa, que sempre buscou soluções para os grandes problemas dos consumidores de energia brasileiros através da energia 100% renovável, barata e digital.

“Como pioneiros da energia renovável no Brasil, temos certeza de que existem caminhos melhores para garantirmos energia barata e limpa para todos os brasileiros. O nosso país pode ser líder global em energia sustentável e promover uma revolução energética que transforme a realidade e crie oportunidades para milhões de pessoas. Temos tudo para ter a energia mais limpa e barata do mundo e o Omega.360 é um espaço que criamos para testar hipóteses, discutir experiências globais e propor caminhos para o futuro da nossa energia.”, defende Bastos.

Participam da programação o casal Fernanda Lima e Rodrigo Hilbert, que vão falar sobre como a empresa ativista pode transformar realidades. Juntos, o casal soma mais de nove milhões de seguidores nas redes sociais. Também já confirmaram participação o empreendedor do Vale do Silício Tony Seba, autor do bestseller “Clean Disruption of Energy and Transportation”, e o jovem africano William Kamkwamba que inspirou o filme da Netflix “O menino que descobriu o vento”, que abordarão conteúdos inéditos e participarão de discussões transformadoras com empresas e experts.

O empresário maranhense Ilson Mateus encerrará o ciclo de palestras do Omega.360, numa apresentação sobre empreendedorismo e práticas socioambientais do Grupo Mateus. O executivo vai contar como sua ação visionária o fez partir de um simples dono de uma mercearia em Balsas (MA) até o posto de dono da quarta maior rede de varejo alimentar do Brasil.

Programação

Os painéis serão mediados pela jornalista Rosana Jatobá, divididos em três temas durante os três dias:

  • 21/09: O pós-sustentável: como a empresa ativista transforma pessoas e realidades
  • 22/09: Repensando a energia do Brasil: a oportunidade 100% renovável
  • 23/09: Empreendedorismo de superação e o poder do inconformismo

Sobre a Omega Energia

Fundada em 2008, a Omega Energia é a maior geradora brasileira de energia renovável. Pioneira em fontes renováveis e detentora da primeira plataforma digital para venda de energia limpa no Brasil, a Omega é referência em sustentabilidade tendo promovido ao longo dos anos, várias iniciativas relacionadas à preservação do meio ambiente e desenvolvimento social e educacional nas regiões que possui operações, com destaque para o projeto Janela Para o Mundo. Presente em sete estados brasileiros, a Omega possui capacidade instalada de 1.869 MW, equivalente à energia consumida por aproximadamente 3,8 milhões de residências.