.

Octávio Soeiro quer divulgação do serviço que realiza transporte de pessoas com deficiência

A Câmara Municipal de São Luís (CMSL) encaminhou, durante essa semana, a Indicação nº 221/22 de autoria do vereador Octávio Soeiro (Podemos), direcionada ao Governo do Estado, com o intuito de viabilizar a colocação, em todas as unidades de saúde da capital maranhense, de cartazes explicativos quanto ao direito, logística, disponibilidade e forma de cadastramento do serviço Travessia, que completou seis anos de criação.

O parlamentar frisou que a iniciativa garante acessibilidade, segurança e cidadania às pessoas com deficiência, mobilidade reduzida ou idosas. No entanto, segundo ele, é necessário informar a população sobre seus direitos quanto a esse tipo de serviço.

“Diante disso, estamos propondo ao governo do Estado uma divulgação maior deste serviço para publicitar, de maneira mais ampla e efetiva, este importante projeto do poder público estadual, que disponibiliza deslocamento às pessoas que apresentam mobilidade reduzida e que muito necessitam desse auxílio”, declarou.

O pedido de providências foi direcionado ao governador Carlos Brandão (PSB), com cópia ao presidente da Agência Estadual de Mobilidade Urbana e Serviços Públicos (MOB), Celso Henrique Borgneth, para que em parceria com a Prefeitura de São Luís, possa realizar a fixação de cartazes nas unidades de saúde com informações sobre o serviço Travessia.

Com a leitura das matérias em plenário, a Mesa Diretora da Casa enviou ofícios ao órgão responsável para que possa atender à reivindicação do parlamentar junto ao público ludovicense.

Seis anos de atividades

O Travessia oferece condições de ir e vir para pessoas destes segmentos e é totalmente gratuito. Criada em 2016, a iniciativa oportuniza a cadeirantes, deficientes visuais, idosos e crianças com hidro e microcefalia, se deslocarem a trabalho, estudo, tratamento de saúde e atividades de lazer.

O serviço é dividido em Clássico, Melhor Idade e Mais Saúde, atendendo crianças com deficiência em neurodesenvolvimento, idosos e pessoas com deficiência. Já contabiliza 149.425 viagens realizadas, beneficiando os 7.325 beneficiários cadastrados em 44 municípios maranhenses, incluindo a capital. Na estrutura, o serviço conta com vans e minivans adaptadas e climatizadas e específicas para atender crianças com microcefalia.

Ao todo, 27 veículos realizam o transporte de usuários de cadeiras de rodas, pessoas com deficiência visual, crianças com hidro e microcefalia, idosos e pacientes em tratamento de saúde nos hospitais macrorregionais.