Novos estagiários participam de ambientação funcional no TJMA

Mais de 200 estagiários convocados após aprovação no seletivo para estágio remunerado no Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA) iniciaram, nesta segunda-feira (19), o período de ambientação funcional – primeira fase para o acesso, integração e conhecimento das áreas de atuação do Judiciário e seus gestores. As atividades são desenvolvidas na plataforma de educação a distância da Escola Superior da Magistratura do Maranhão (ESMAM), responsável por promover a ambientação funcional e integração dos servidores e outros colaboradores do TJMA.

Devido à pandemia da Covid-19, os participantes estão inscritos em três salas de aula virtuais. Participam da Turma 1, 128 estagiários da área do Direito. Na turma 2, estão 41 candidatos aprovados para estágio nas áreas de Arquitetura e Urbanismo, Biblioteconomia, Ciências Contábeis, Jornalismo, Publicidade e Propaganda, Relações Públicas, Engenharia Ambiental, Engenharia Civil, História, Informática, Pedagogia, Psicologia e Serviço Social. A terceira turma é integrada por mais 50 estudantes com pós-graduação em Direito.

BOAS VINDAS

No ambiente de aprendizagem, o desembargador José Jorge Figueiredo dos Anjos, diretor da ESMAM, por meio de mensagem, deu as boas-vindas aos estagiários e estagiárias, estimulando-os a acompanharem cada conteúdo do curso autoinstrucional e recursos audiovisuais disponíveis para facilitar o entendimento da estrutura e funcionamento da instituição.

“Esperamos que, muito em breve, possamos recebê-los para cursos presenciais e, desse modo, colaborar com o crescimento pessoal e profissional de todos que fazem parte do Poder Judiciário. Desejamos que tenham, ao longo dessa experiência, excelentes experiências de aprendizados e contribuições à sociedade maranhense, disse o magistrado.

APRESENTAÇÃO

Por meio de vídeos, os estagiários têm o primeiro contato com o presidente da Corte Judicial, corregedor-geral de Justiça e desembargadores. Em outros blocos, são apresentados conteúdos sobre a Organização Judiciária e o funcionamento e atribuições das áreas de Assessoria de Comunicação, Controle Interno, Planejamento Estratégico, Processos Administrativos Disciplinares, Sindicâncias, Comissão Gestora do PLS, Diretorias Geral,   Judiciária, Financeira, Fundo Estadual de Reaparelhamento do Judiciário (FERJ), Segurança Institucional, Administrativa e Recursos Humanos.

Após o “tour” pelas áreas do Tribunal de Justiça, para fins de certificação, ao final do curso, os participantes deverão responder a uma atividade dissertativa, onde farão um registro reflexivo sobre os conteúdos, apresentando dúvidas e outros depoimentos.