‘Novo normal’ requer moderação em aplicativos e ferramentas online

Etiqueta digital é uma expressão que ganha destaque, nesses tempos de pandemia, quando o assunto é trabalho. No 43º vídeo da série Saúde Mental, produzida pelo Tribunal de Justiça do Maranhão, a psicóloga Ingrid Rodrigues chama a atenção para os protocolos indispensáveis quando houver necessidade de comunicação entre colegas e chefes por meio de aplicativos de mensagens ou videoconferência. Segundo ela, é preciso moderação, para não haver invasão de privacidade ou descaso com a situação.

A psicóloga destaca que todos ainda precisam desenvolver algumas habilidades, para que possam trabalhar com mais sentido, mais qualidade, respeitando o espaço do outro e criando condições para que seus espaços sejam respeitados também.

“Muitas vezes, nós estamos tão concentrados naquilo que é a invasão do nosso espaço, que a gente não percebe o quanto que a gente pode estar sendo invasivo”, alerta a psicóloga.

Ela explica que, em função do trabalho remoto que muitos estão exercendo, as pessoas têm tido necessidade de disponibilizar seus canais de aplicativos de mensagens para colegas e chefes. Mas conta que é preciso guardar algumas regras, principalmente com pessoas com as quais não se tem uma intimidade.

Ingrid Rodrigues ressalta a importância de utilizar os aplicativos e ferramentas de comunicação dentro do contexto e do horário do trabalho, evitando-se, inclusive, determinadas abreviaturas e vícios de linguagem.

Da mesma forma, a psicóloga fala da importância de não agir com descaso ao participar de uma reunião por videoconferência. Lembra que é preciso organizar-se, planejar sua participação e apresentar-se como se estivesse no ambiente presencial de trabalho.

Saiba mais sobre etiqueta digital no 43º vídeo da série, para não cometer gafes ou vivenciar situações inapropriadas durante uma relação de trabalho.

SÉRIE

A série Saúde Mental é um projeto desenvolvido pela Coordenadoria de Serviços Médico, Odontológico e Psicossocial da Diretoria de Recursos Humanos do Tribunal de Justiça do Maranhão. Todos os vídeos já produzidos estão disponíveis nas redes sociais oficiais do TJMA (tjmaoficial) no Instagram, Twitter, YouTube e Facebook.

SUGESTÕES

A psicóloga Ingrid Rodrigues recebe sugestões de temas a serem abordados nas próximas edições da série. Participe pelo e-mail divmedica@tjma.jus.br.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.