.

Maranhão é o estado do Nordeste que mais investe em obras, ressalta secretário de Infraestrutura durante live

Em live nesta quarta-feira (9), o secretário Clayton Noleto destacou as principais obras do Governo em andamento por meio da Secretaria de Estado da Infraestrutura. 

Através da difusão de investimentos em diversas áreas como saúde, educação, mobilidade, esporte e lazer, o Maranhão se destacou no ano de 2020 como o estado do Nordeste que mais investe em obras e serviços, de acordo com a Secretaria do Tesouro Nacional do Governo Federal.

O secretário Clayton Noleto destacou que esse avanço se dá por causa da correta aplicação do recurso público, com planejamento e priorização do desenvolvimento econômico e social do estado, e a dedicação de cada órgão componente do Governo.

Dentro da gama de obras entregues e em andamento no estado, o Governo do Maranhão conseguiu criar redes de assistência pública implantadas por todo o território. Na área da saúde, o secretário destaca a atuação conjunta com a Secretaria de Saúde, que possibilitou a entrega de 13 Hospitais Macrorregionais em todas as regiões, um diferencial no combate a pandemia no estado neste último ano. 

E como o desejo de melhorias para a população não para, o Governo trabalha para expandir cada vez mais essa rede. Com obras de construção e reforma em andamento, o secretário Clayton Noleto comentou acerca da construção do Hospital da Ilha, em São Luís, e o Novo Socorrão da Região Tocantina, em Imperatriz. “Somente esses dois investimentos alcançam 250 milhões de reais”, destacou Noleto. 

Ainda há mais obras em andamento. Vale destacar ainda a construção do hospitais de Pedreiras, de Joselândia e Coroatá e a reforma do Hospital da Criança e da Unidade Mista do Maiobão, na Grande Ilha.

Na área da Educação, o secretário falou orgulhoso da parceria com a secretaria responsável, a Seduc. “Realizamos o maior programa de infraestrutura educacional do Maranhão e possivelmente do Brasil. Reformamos, demos manutenção ou construímos aproximadamente 1 mil unidades escolares em nosso estado. É realmente um feito impressionante”, disse Clayton Noleto. 

Em andamento na área da educação, a Sinfra está a frente da construção de 13 unidades do Instituto Estadual de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (IEMA), nos municípios de Coroatá, Amarante do Maranhão, Santa Luzia do Paruá, Balsas, Colinas, Chapadinha, Santa Helena, Carutapera, Tutóia, Coelho Neto, Vitória do Mearim e São Domingos, a serem entregues ainda neste ano de 2021. 

Na mobilidade, o secretário destacou o quanto já foi investido desde o começo da gestão. “Já foram mais de 1.300 km de rodovias construídas em todas as regiões”, comentou. Destacou também algumas rodovias entregues e outras importantes que estão em andamento, como é o caso da emblemática MA-007, entre Povoado Ouro e o KM 50 e entre o Km 50 ao Povoado Batavo, da MA-006, entre Balsas e Tasso Fragoso, muito aguardada pela região sul por conta do escoamento da produção agrícola e da MA-026 entre o Entroncamento da BR-316 (Dezessete) ao Entroncamento da BR-135 (Triângulo).

Além disso, Clayton Noleto fez questão de dar ênfase à complexa construção da Ponte Central-Bequimão, que será mais uma obra emblemática para a Região da Baixada e todo o Maranhão. “Eu estive lá recentemente e um dos prefeitos da região me disse que há algumas décadas uma equipe de engenharia esteve no local e informou ao então governador que essa obra era inviável. Por causa do tipo de solo e da atuação da maré sobre o Rio Pericumã, a obra se torna muito complexa”, afirmou o secretário. 

Além das manutenções nas estradas, Clayton Noleto comentou sobre as ações de auxílio do Governo aos municípios com o programa Mais Asfalto. “Apesar dessa não ser uma responsabilidade do Governo, somos uma gestão municipalista que dialoga com as prefeituras e faz tudo que pode para ajudar essas administrações a melhorar a vida nas suas cidades. Foi nesse conceito que executamos 2.600 km de pavimentação de ruas e avenidas, alcançando todas as 217 cidades do Maranhão”, disse o secretário. 

Apesar de grandes obras serem ótimas para o desenvolvimento do Maranhão, não dá para negar que pequenas obras têm seu valor regional e econômico. Destacando uma dessas, o secretário falou sobre a revitalização do Farol Preguiças em Mandacaru, Barreirinhas. 

“Quem anda pelo Maranhão e conversa com as pessoas, identifica investimentos que a princípio nem são tão destacados, mas que ao final tem um impacto para as comunidades muito grande. É o caso desse Farol do Mandacaru, que recebe a visitação dos turistas, que no topo conseguem ter uma visão de 360º da região dos Lençóis”, comentou Clayton Noleto. 

Obras que impactaram a vida dos maranhenses foram viabilizadas graças ao trabalho de diversas pessoas da construção civil, que segundo ele, são heróis da resistência. Até o dia de hoje, já foram vacinados cerca de 15 mil trabalhadores da categoria, o que impacta diretamente no desenvolvimento do Estado. 

Em agradecimento a cada trabalhador, o secretário destacou a atuação desse grupo, mesmo no período mais difícil da pandemia. As equipes da construção trabalhavam em turnos de 24h, se revezando para que os hospitais pudessem entrar em funcionamento e salvar vidas. E nas estradas, para que não houvesse nenhuma restrição à mobilidade, as equipes se revezavam com manutenções e operações tapa- buracos para garantir o direito de ir e vir das pessoas”, falou orgulhoso dos trabalhadores.