Magistrado reforça importância da Cooperativa Cuxá

O juiz Marcelo Moreira (Coordenador Geral da UMF em exercício) destacou a importância da Cooperativa Cuxá, iniciativa que vem contribuir para o processo de ressocialização das internas da Unidade Prisional Feminina do Complexo Penitenciário de São Luís, oferecendo uma oportunidade às pessoas que cumprem medidas de internação.. 

Para o juiz Marcelo Moreira – que representou o presidente do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA), desembargador Lourival Serejo, na solenidade virtual de inauguração da cooperativa – as condições de cumprimento de pena e medida sócio-educativa no Brasil precisam estar em garantia com os princípios da Constituição Federal. 

“Ao instalarmos a Cooperativa Cuxá estamos cumprindo a nossa obrigação e responsabilidade de dar uma oportunidade às internas para elas terem um recomeço, seguirem em frente”, enfatizou o juiz.

EMPREENDEDORISMO

A Cooperativa Cuxá visa incentivar o empreendedorismo social. A iniciativa faz parte do programa “Justiça Presente”, e vai atender mulheres apenadas na Unidade Prisional Feminina do Complexo Penitenciário de São Luís, com aulas de corte e costura, crochê e outros segmentos com os quais elas tenham afinidade e possam empreender após cumprirem o processo de ressocialização. 

O projeto é desenvolvido por meio de uma parceria entre a Humanitas 360, Poder Judiciário e Governo do Maranhão, por meio da Secretaria de Administração Penitenciária do Estado (SEAP-MA).

As coleções exclusivas produzidas pelas internas serão comercializadas no site tereza.org.br, e a renda será repassada integralmente às cooperadas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.