Juiz federal Wellington Castro se despede da Corte Eleitoral

O juiz federal Wellington Cláudio Pinho de Castro participou nesta sexta-feira, 3 de abril, da sua última sessão como membro efetivo da Corte Eleitoral, em virtude do término de seu biênio no próximo dia 5 de abril. A despedida ocorreu durante a quarta sessão ordinária por videoconferência do Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão, transmitida ao vivo pelo canal TRE-MA do youtube.

Wellington Castro, que também exerceu atribuições como diretor da Escola Judiciária Eleitoral (EJE), atuou na Corte no biênio 2018/2020 e será substituído pelo também juiz federal Ronaldo Destêrro que tomará posse no dia 13 de abril.

Durante o seu período, recebeu 459 processos, dos quais julgou 216 em plenário e 182 monocraticamente. As grandes ações que foram promovidas quando esteve à frente da EJE foram o apoio ao projeto Voto Jovem no ano de 2019, palestras de conscientização política com estudantes de direito durante visitas técnicas, além de promover eventos jurídicos, entre eles, o II Colóquio de Direito Eleitoral em parceria com o Colégio Permanente de Juristas da Justiça Eleitoral (COPEJE).

Outro grande feito à frente da EJE foi a concretização, em parceria com a Universidade Federal do Maranhão, da 3ª turma do curso de pós-graduação em Direito Eleitoral, ainda em vigor.

Em clima de despedida, os membros da Corte falaram do convívio pessoal, trajetória profissional e a atuação do magistrado na Corte Eleitoral.

O desembargador Cleones Cunha, presidente, ratificou as palavras dos membros e concluiu dizendo que o juiz cumpriu com o seu dever de maneira brilhante e atendendo à missão da justiça eleitoral. Já o desembargador Tyrone Silva, corregedor eleitoral, lembrou da amizade, admiração e a forma amena e serena com que ele se manifesta nos seus julgamentos com muita segurança e competência.

O procurador Juraci Guimarães fez uma analogia a um grande jogador de futebol, lembrando que nesses dois anos, o magistrado teve domínio na condução dos processos, na análise jurídica das teses eleitorais e processuais, firme em seus posicionamentos e convicções, competente e equilibrado.

A juíza Lavínia Coelho falou em nome dos membros da Corte, enaltecendo as qualidades do juiz Wellington. “Exemplo de juiz que abrilhantou a Corte Eleitoral com seus votos. É um processualista, sabe expor de forma brilhante o seu posicionamento com tranquilidade e seguro. Parabéns pelo seu trabalho, o senhor é um orgulho para a magistratura do nosso país e eu tenho orgulho de tê-lo como amigo de profissão”.

Por fim, o juiz Wellington agradeceu a todos e disse ter sido um grande aprendizado conviver com pessoas da mais alta qualidade técnica e com uma Corte heterogênea composta com desembargadores, juízes, advogados. “É uma satisfação integrar a Corte Eleitoral e a direção da Escola”, pontuou. Acrescentou, ainda, a presença da juíza Lavínia: “é uma magistrada de grande conhecimento e vai representar, aliás, já está representando, a figura feminina enquanto magistrada com atuações sempre bem destacadas”. Finalizou agradecendo o empenho e a dedicação dos servidores do seu gabinete e da escola judiciária.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.