I Feira da Cultura Maranhense revela talentos na socioeducação

A cidade de Timon esteve em festa com a realização da I Feira da Cultura Maranhense no Centro Socioeducativo de Internação Provisória da Região dos Cocais (CSIPRC), unidade da Fundação da Criança e do Adolescente (Funac), na última terça-feira (29).

A mostra cultural teve como objetivo a valorização da cultura maranhense, com exposições e apresentações dos produtos das atividades desenvolvidas com os socioeducandos, em um momento de vivência com a comunidade socioeducativa.

O evento é a culminância de várias ações com os adolescentes que tratam da importância da história, cultura e a diversidade cultural, na transformação e compreensão da sociedade maranhense e foi organizado pela equipe multidisciplinar da unidade, contando com a presença de vários parceiros da socioeducação. 

A mostra serviu de vitrine para os adolescentes demonstrarem suas habilidades na produção de peças artesanais, produção de poesia e como exercício de diálogo e interação com o público visitante, com presença de familiares e parceiros da socioeducação.

Na I Feira, foram montados diversos estandes com comidas típicas, cultura reggae, fotografias, indumentárias, geografia da região, poesias e o personagem principal, o bumba meu boi, que marcou o encerramento das festividades juninas com um grande arraial da socioeducação.

O diretor do Centro, Lívio Araújo Barros, ressalta a importância do evento para valorização da cultura maranhense e para o engajamento dos servidores e socioeducandos. “Trabalhamos todo processo de preparação até a realização da feira junto com os adolescentes, que com isso puderam demostrar empolgação e envolvimento, estimulando o sentimento de pertencimento e fortalecendo o protagonismo juvenil. Assim, conseguimos alcançar o resultado esperado, graças ao esforço e empenho de todos”, comenta.

Um dos socioeducandos revela que a partir da feira conseguiu aprender muito sobre a cultura maranhense. “Foi muito bom, pois muitas coisas eu não sabia ou tinha visto na escola. Aqui, aprendi mais, além de entender de organização de evento cultural”, releva.

A mãe de um adolescente comenta que foi muito interessante participar da feira. “Para mim estes eventos estimulam os jovens, abrem a mente deles, pois conhecem melhor a realidade do dia a dia, além de ajudar a refletir sobre a vida. A equipe da Funac está de parabéns pela organização e programação”, parabeniza.