Grande Ilha tem queda expressiva nos crimes contra o patrimônio em janeiro

O número de crimes contra o patrimônio teve queda expressiva em toda a Grande Ilha, no mês de janeiro deste ano, em comparação com o mesmo período do ano anterior. Estatísticas do Sistema de Segurança Pública revelam o êxito das ações de combate à criminalidade que vêm sendo desempenhadas na região, garantindo um ambiente seguro para a população. Roubo a comércio, de veículos e a coletivos somam as maiores reduções nesta fase do levantamento.

Os crimes contra o patrimônio englobam, ainda, roubo de veículo, furto a comércio e roubo e furto à pessoa. 

“Nossas forças policiais têm trabalhado de forma intensificada com o intento de reduzir a criminalidade em todo o Maranhão. A redução dos crimes contra o patrimônio na Grande Ilha, que abrange os municípios de São Luís, São José de Ribamar, Paço do Lumiar e Raposa, é a prova de que estamos no caminho certo. Conforme determinação do governador Carlos Brandão, seguiremos atuando para garantir mais segurança e tranquilidade para todos”, destaca o secretário da Segurança Pública, Maurício Martins.

Em ordem decrescente, roubo a comércio foi a categoria entre os crimes contra o patrimônio que registrou maior redução. Durante o período, a queda foi de 42%, sugerindo uma maior proteção aos negócios locais e uma sensação de segurança ampliada entre os comerciantes e consumidores. O fato se deve à intensificação do policiamento ostensivo nas principais áreas comerciais da capital e região metropolitana.

Roubo de veículos também registrou queda significativa, com 32% menos registros do que em janeiro do ano passado. Além do trabalho de prevenção, os policiais têm desempenhado esforços para recuperar os bens que foram roubados. Até o último dia 5 de fevereiro, já haviam sido recuperados, pelo menos, 54 veículos, demonstrando uma resposta rápida e eficaz a este tipo de ocorrência nos municípios que integram a Grande Ilha.

A redução do número de roubo a coletivos é outro importante destaque no balanço do mês, com 30% menos ocorrências em toda a região. A queda é um reflexo do trabalho executado pela Polícia Militar do Maranhão por meio da Operação Catraca, que está acontecendo de forma intensificada com o apoio das forças especializadas, entre elas: Ronda Ostensiva Tática Móvel (ROTAM), Batalhão de Motopatrulhamento, Esquadrão Águia do Batalhão de Choque, Batalhão de Operações Especiais (BOPE) e Batalhão de Polícia Militar Rodoviária (BPRv).

Além das abordagens a ônibus, em pontos fixos, as equipes estão fazendo fiscalização ao volante, ou seja, os policiais possuem autonomia para parar coletivos em qualquer ponto do trajeto, quando suspeitarem a presença de algum indivíduo suspeito no transporte, por exemplo, evitando, assim, quaisquer ocorrências.

Houve redução, ainda, de 21% nos registros de roubo a transeunte, sendo este número reflexo de uma melhoria tangível na segurança dos cidadãos que transitam pelos municípios de São Luís, São José de Ribamar, Paço do Lumiar e Raposa. Tal índice revela a segurança de se andar pelas ruas e evidencia o menor risco de ser surpreendido por qualquer abordagem criminosa.

Quanto aos furtos (quando não há uso de violência) a comércio e à pessoa, as reduções foram de 19% e 7%,