Governo inicia obra de travessia de tubulação na Avenida Daniel de La Touche utilizando método não-destrutivo

O Governo do Estado, por meio da Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão (Caema), deu início, na quarta-feira (6), à obra de travessia para implementação do interceptor de esgoto das Bacias dos Rios Pimenta e Claro, na Avenida Daniel de La Touche, localizada no bairro da Cohama, em São Luís. A intervenção ocorrerá pelo método não-destrutivo, ou seja, a instalação das canalizações e dos dutos será subterrânea, evitando escavações e rompimento de calçadas, ruas e estradas.

Durante a obra será inserida tubulação de polietileno (PEAD), com 42 metros e de 350 milímetros de diâmetro. Os tubos de PEAD possuem variedade de diâmetros e classes de pressão, sendo que, além da resistência a produtos químicos, abrasão e impactos, também é imune à corrosão.

O diretor de Engenharia e Meio Ambiente da Companhia, Leonardo Lima de Medeiros, pontuou que o método não-destrutivo de realização da obra contribuirá para causar menos impacto no tráfego. “A obra em si vai melhorar a balneabilidade das praias da ilha. O método não-destrutivo faz com que não se quebre o asfalto, tornando a obra mais limpa e organizada”, disse.

O coordenador de Projetos e Obras Especiais (EPRE), Antônio Pereira Sales Júnior, reforçou que, dentre os métodos não-destrutivos, será utilizado o Furo Unidirecional, nos quais três dessas travessias ocorrerão em trechos sob avenidas e um deles será executado em uma rua cuja largura é muito estreita. “A profundidade da rede é relativamente grande e possui galeria de água pluvial, o que ocasionaria riscos às residências e aos moradores se fosse executada por método tradicional, como escavação e utilização de máquinas pesadas”, concluiu.