O Maranhense|Notícias do Estado do Maranhão

Governo inaugura horto de plantas medicinais em terreiro de matriz africana em São Luís

Com a presença de lideranças de matriz africana, no domingo (20), foi realizada a inauguração do primeiro horto de plantas medicinais em terreiro de São Luís na área Itaqui-Bacanga, resultado do Projeto Minha Folha, Minha Cura, coordenado pela Secretaria de Estado da Igualdade Racial (SEIR).

O acervo etnobotânico foi plantado no terreiro de Pai Mariano, na Vila Embratel, na área Itaqui-Bacanga, e contém mudas de plantas medicinais tradicionalmente usadas pelas comunidades de terreiros como medicamentos fitoterápicos e que também apresentam grande valor por serem utilizadas nos rituais e rotina das casas.

O projeto é uma das ações do Plano de Desenvolvimento Sustentável para Povos e Comunidades de Matriz Africana e busca aproveitar os conhecimentos das comunidades tradicionais sobre o uso das plantas medicinais e dar visibilidade às tradições ancestrais.

Para Sebastião Cardoso, gestor de matriz africana da SEIR, a implantação do horto valoriza as tradições afro-brasileiras no uso das plantas medicinais e rituais. “O projeto surge a partir do plano de matriz africana e com muita luta conseguimos implantar o primeiro canteiro de plantas medicinais, para valorizar a ancestralidade nos tratamentos alternativos que são realizados pelos terreiros”.