Fogos de artifício Silenciosos: uma alternativa para amenizar o medo nos pets

Fogos de artifícios são um dos principais símbolos da festa de ano novo, eles preenchem os céus de diversas cores. Segundo a tradição chinesa, começar o ano novo com fogos de artifício, buzinadas, apitos e gritos de alegria é uma forma de espantar os maus espíritos.

Porém esse período de alegria e festa pode ser nada agradável para idosos, autistas, crianças e pets. A combinação de som alto e fogos de artifício afeta bastante a audição dos animais e podem resultar em muito estresse.

Segundo a médica veterinária do Pet Mania, Rayule Cristina, os fogos de artifício podem causar diversos problemas para a saúde física e mental do seu pet. “Os pets possuem uma audição quatro vezes mais sensível em comparação aos humanos, os fogos de artifício podem causar grandes problemas psicológicos e físicos para o cão, por exemplo. Esses problemas podem desencadear traumas, impactar os tímpanos e em casos extremos pode até provocar a morte do animal”, alerta a veterinária. 

Entre os problemas psicológicos é possível enumerar: Traumas; Ataque cardíaco (em cães de idade avançada, principalmente); Comportamento de medo por conta dos sustos; Postura agressiva até mesmo com os donos; Quadros epiléticos; Comportamentos variados que demonstram medo e desespero. “Esses abalos psicológicos nos pets podem ser tão graves que as sequelas se estendem pela vida inteira do animal, ao ouvir um barulho alto”, diz Rayule.

Quanto aos danos físicos, os pets podem sofrer com: Lacerações no tímpano; Automutilação; Tremedeira; Convulsões; Fraturas; Outras possibilidades de lesões graves na tentativa de se esconderem embaixo de móveis, choque contra paredes, etc; Cães que ficam presos em correntes, podem ficar tão assustados com barulhos que podem até mesmo se enforcar.

A terapia com florais pode ser uma grande aliada nesse período de festas que deixam os pets mais estressados. “É muito importante tratar as emoções dos pets, temos florais específicos para tratar o medo, a ansiedade e estresse, é preciso iniciar a terapia pelo menos dez dias antes, para que o animal fique mais tranquilo nesse período”, orienta a veterinária.

Fogos Silenciosos

Nessa passagem de ano o Governo do Maranhão anunciou nas redes sociais, que por causa da pandemia da Covid-19, não realizará nenhum evento aberto ao público. Porém, em diversos pontos da Grande São Luís será possível observar a queima de fogos com material silencioso. A inovação tem o objetivo de evitar transtornos para idosos, crianças, pessoas com deficiências e animais, que sofrem tanto com o barulho provocado pelos fogos. No Brasil essa iniciativa já foi adotada pelas cidades de São Paulo e Rio de Janeiro.