Escola da Prefeitura de São Luís que integra Programa Nacional das Escolas Cívico-Militares recebe visita da coordenação regional

A Escola Cívico-Militar Duque de Caxias, que integra a rede municipal de educação da Prefeitura de São Luís recebeu, na manhã desta quinta-feira (10), a visita da coordenação regional do Programa Nacional das Escolas Cívico-Militares (Pecim), iniciativa federal desenvolvida pelo Ministério da Educação. No Maranhão, São Luís foi a primeira cidade a aderir ao programa. Até o momento, apenas a escola Duque de Caxias está inserida no projeto que está em fase de implantação. 

A visita contou com as presenças do secretário municipal de Educação, José Cursino Raposo Moreira, do coordenador regional do Pecim no Nordeste, Coronel Júlio Cezar Pontes, do oficial de Gestão Escolar pelo Pecim, Comandante Valterian Braga Mendonça, da gestora da escola, Maria Bárbara de Nazaré Costa e membros da comunidade escolar.

A visita foi iniciada com um tour pelas instalações da escola para verificação do que ainda precisa ser implementado na estrutura física. Na oportunidade, o coordenador regional do Pecim, Coronel Júlio Cézar Pontes, conversou com a equipe da escola para saber mais detalhes sobre como está acontecendo a implementação do programa na escola.

O Coronel Pontes, explicou que o projeto visa a participação de militares das Forças Armadas em três áreas de atuação: gestão administrativa, gestão educacional e na gestão didático-pedagógica. “Os militares já estão trabalhando dentro do ambiente escolar para que ocorram melhorias no funcionamento global da escola, refletindo assim, no processo ensino-aprendizagem dos estudantes”, afirmou o Coronel Júlio César. 

O principal objetivo do Pecim é promover a melhoria na qualidade da educação básica no ensino fundamental e no ensino médio, com base na experiência das escolas militares que, de acordo com o Ministério da Educação, têm um desempenho acima da média e são instrumento para a melhoria da educação no país.

Para o secretário municipal de educação, José Cursino Raposo Moreira, essa é uma grande realização para a rede municipal de ensino. “Me sinto extremamente feliz de ver uma escola da rede ser contemplada com esse projeto e espero que daqui dessa escola saiam jovens com valores e construções exemplares”, disse o secretário municipal de Educação. 

A gestora da escola, Maria Bárbara de Nazaré Costa, ficou disse ter ficado honrada em ver a instituição da qual ela tem tanto carinho ser a primeira agraciada com esse projeto. “Eu agradeço primeiramente a Deus, e depois, agradeço imensamente ao prefeito Edivaldo e a toda equipe da Secretaria Municipal de Educação (Semed) por terem colaborado para que a escola Duque de Caxias e seus 460 estudantes fossem contemplados com o Programa Nacional das Escolas Cívico-Militares”, ressaltou a gestora da escola. 

A visita contou também a participação de membros do Pecim da Bahia, Rio Grande do Norte, Pernambuco e Paraíba. Após a visita na escola Duque de Caxias, a comitiva se dirigiu ao Colégio Militar Tiradentes, localizada no bairro Vila Palmeira, onde o coordenador regional do Pecim no Nordeste, Coronel Júlio Cezar Pontes, conversou com a comunidade escolar das duas escolas, incluindo gestores, professores e famílias dos estudantes.

Gorete Pereira, que tem um filho matriculado na escola Duque de Caxias, agradeceu a toda equipe escolar por essa conquista e ressaltou que sempre quis que o seu filho estudasse em uma escola militar. “Só tenho a agradecer ao novo modelo de escola, fico extremamente feliz de ver meu filho tendo essa oportunidade que será muito importante para sua construção como cidadão”, afirmou Gorete Pereira.

PROGRAMA

O Programa Nacional das Escolas Cívico-Militares (Pecim) é uma iniciativa federal desenvolvido pelo Ministério da Educação, lançado em setembro de 2019, que tem como objetivo promover a melhoria na qualidade da educação básica no ensino fundamental e no ensino médio.

Para que as escolas participem do programa é necessário que as Prefeitura façam a adesão. Assim, a escola passa a ser chamadas de escola cívico-militar (ECIM), uma instituição não militarizada, mas com uma equipe de militares da reserva no papel de tutores. De acordo com o oficial de gestão escolar pelo Pecim na escola, Comandante Walterian Braga Mendonça, a meta é que a cada ano duas escolas sejam inseridas no programa.

Para o comandante Walterian Mendonça, é um prazer fazer parte desse projeto e ter aceitado mais este desafio em sua vida. “O nosso papel aqui é estabelecer esse novo modelo de educação e passar aos mais de 400 estudantes da escola Duque de Caxias, os valores cívicos, éticos, morais que aprendemos. Me sinto honrado de estar ajudando a iniciar esse programa aqui em São Luís”, afirmou o comandante Mendonça. 

Pelo programa, os professores e os demais profissionais da educação continuarão responsáveis pelo trabalho em sala de aula. Oficiais e praças das polícias militares e dos corpos de bombeiros militares, atuarão nas áreas de gestão educacional, didático-pedagógica e administrativa como assessores/colaboradores da direção de ensino.