Empresas maranhenses inovam gestão de resíduos durante pandemia

A cidade de São Luís do Maranhão registrou de março a julho deste ano um aumento significativo no número de empresas que inovaram a gestão de resíduos infecto-contaminantes. Segundo dados da Maxtec Serviços Gerais e Manutenção Industrial Eireli, uma das principais empresas do setor, os clientes privados cresceram mais de 15% nos cinco primeiros meses da pandemia do coronavírus.

Segundo o diretor comercial da empresa, Robert Max, os novos clientes da empresa são postos de combustíveis, clínicas médicas, odontológicas e veterinárias. “Os novos clientes também têm em comum a preocupação de cuidar das pessoas e do meio ambiente. A gestão dos resíduos perigosos e não perigosos, gerados por suas empresas, visa evitar a contaminação de pacientes, colaboradores e da população”, disse Robert Max.

Vale lembrar que, durante a pandemia, a Maxtec está conseguindo manter todos os 1740 postos de trabalho, além de abrir novas oportunidades. Segundo o diretor financeiro, Carlos Camargo, empresas e instituições de todos os portes devem investir cada vez mais em tecnologias sustentáveis. “Investir em gestão de resíduos e tecnologias sustentáveis é proteger o meio ambiente, agregando valor e reconhecimento às marcas das empresas e instituições”, finalizou Carlos Camargo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.