EMAP implanta Itaqui Lab e amplia parcerias com instituições de ensino e pesquisa

A Empresa Maranhense de Administração Portuária (EMAP) está iniciando o Programa de Inovação do Porto do Itaqui, o Itaqui Lab, que reúne um pacote de iniciativas que vão acelerar as transformações necessárias para promover melhorias nas atividades desenvolvidas no porto público do Maranhão.

O Itaqui Lab conta com iniciativas simultâneas baseadas em parcerias com a Creative Pack/Black Swan, Centro de Estudos e Sistemas Avançados (CESAR) , Universidades Federal e Estadual do Maranhão (UFMA e UEMA) ; Institutos Federal e Estadual do Maranhão (IFMA e IEMA), todas organizações referência em inovação, tecnologia e educação. 

“Começamos por identificar desafios de inovação, no âmbito da EMAP e do ecossistema Porto do Itaqui, mapeando, em conjunto com os demais atores do porto organizado, oportunidades para ampliar a eficiência com maior segurança. Cada um desses parceiros vem atender uma parte das demandas mapeadas, partindo dos processos internos da empresa para as conexões com os demais empreendimentos que integram o Itaqui”, afirma o presidente do porto público maranhense, Ted Lago.

Transformação interna

Para implantar a cultura de inovação, a EMAP, com o apoio da Creative Pack/Black Swan, iniciou jornadas de avaliação das principais “dores” da empresa, que busca desenvolver soluções para esses desafios. Envolvendo funcionários de diversas áreas, essas jornadas vão gerar novos produtos como aplicativos ou programas, por exemplo, e artefatos que redimensionem processos ou práticas institucionais.

Responsável pela gestão do Black Swan, maior centro de inovação do Norte e Nordeste, a Creative Pack é uma plataforma de inovação voltada para a geração de resultados a partir da conexão entre pessoas, instituições, startups, empreendedores e instituições de ensino e pesquisa. A metodologia aplicada para o trabalho na EMAP tem foco na redução de custos e aumento do desempenho e produtividade.

Inovação em cadeia

Para trabalhar o ecossistema da poligonal do Itaqui, que envolve empresas privadas com sede no porto, uma atividade complementar está sendo desenvolvida pelo CESAR, centro de inovação que utiliza tecnologia, educação e empreendedorismo, oferecendo soluções para desafios mais complexos. A ideia, aqui, é sensibilizar e capacitar os atores que integram a comunidade portuária para que possam identificar soluções inovadoras para questões comuns, como por exemplo ações de meio ambiente ou saúde e segurança do trabalho, operação de carga e descarga, dentre outras.

O trabalho será realizado em três etapas: imersão, para habilitar a cadeia de valor e familiarizar os stakeholders com metodologias de inovação; workshops para identificar e priorizar necessidades do setor e oportunidades de inovação existentes na cadeia; e, por último, a entrega de briefings de inovação, apoiando o grupo na implantação de soluções. 

Cooperação acadêmica

Ao firmar parcerias com instituições públicas de ensino do Maranhão, a EMAP pretende ainda fortalecer a relação porto-cidade, por meio da promoção de intercâmbio entre ensino/pesquisa e prática profissional. Um Convênio de Cooperação foi firmado com a UEMA na área de Engenharia e prevê a realização de seminários, incentivo de estudos de graduação, pós-graduação e extensão; elaboração e execução de serviços técnicos de engenharia para o planejamento e desenvolvimento de projetos básicos e executivos para o Porto do Itaqui e terminais.

Na área ambiental, a EMAP mantém parceria com a UEMA, para monitoramento de espécies exóticas; e com a UFMA, para monitoramento de dragagem. Além desses, há o SinCosta, com UFMA e Universidade Federal do Rio Grande (FURG), projeto ambiental para toda a costa brasileira. No Maranhão, conta com uma estação instalada no Cais de Ribamar, que coleta dados meteorológicos e verifica o aumento do volume dos mares em razão do aquecimento global.

A EMAP é uma das empresas inscritas no Programa de Vivência Profissional Pra Saber Mais do IEMA (Unidade Itaqui Bacanga) e recebe estudantes do 2º ano do ensino médio para uma semana de aprendizado prático, no período das férias de julho. Além disso, oferece estágio curricular para alunos dos cursos Técnico em Eventos, Meio Ambiente, Informática, Portos e Logística.

Com o IFMA, um Protocolo de Intenções prevê a realização de ações conjuntas de cunho técnico, científico, cultural e, em especial, de inovação. Estão no escopo do convênio a realização de palestras, seminários, jornadas, desenvolvimento de estudos e pesquisas em inovação e publicações conjuntas, apoio técnico, além da apresentação de soluções, pela Fábrica de Inovação do IFMA, para oportunidades mapeadas no Porto do Itaqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.