Edson Araújo apresenta Indicação pedindo o não fechamento da agência do INSS de Imperatriz

O deputado Edson Araújo (PSB) apresentou a indicação de nº 979/20, na sessão plenária desta terça-feira (11), a ser encaminhada ao presidente do Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS), Leonardo José Rolim Guimarães, solicitando que a agência desta instituição instalada no município de Imperatriz não seja fechada.

A proposição do parlamentar foi subscrita pelo presidente da Assembleia, deputado Othelino Neto (PCdoB), que, inclusive, sugeriu que a Indicação fosse encaminhada também à bancada do Maranhão no Congresso Nacional.

Segundo Edson Araújo, há rumores de que existe a intenção por parte do Governo Federal de fechar a agência do INSS de Imperatriz, o que considera algo muito grave.  “Fui informado por meio de uma nota técnica, que o governo pretende extinguir a Gerência do INSS no município de Imperatriz. Eu acho isso extremamente prejudicial para a região. Por isso, solicitamos para que o presidente do INSS possa rever essa decisão”, disse.

O deputado informou ainda que a Gerência do INSS de Imperatriz atende mais de dois milhões de pessoas e abrange aproximadamente 85 municípios. “Como representante do setor pesqueiro, defendo a permanência do órgão ali, pois todos esses municípios desenvolvem essa atividade, têm colônias de pescadores, sindicatos e associações na área. Então, essa Gerência é de importância fundamental”, enfatizou.

Apoio

O presidente da Assembleia, deputado Othelino Neto, considerou pertinente a proposição de Edson Araújo e disse ser difícil acreditar que o Governo Federal tenha a intenção de fechar a agência do INSS de Imperatriz, sendo esta a segunda maior cidade do Maranhão e a mais importante da Região Tocantina.

“Realmente, é quase inacreditável que haja uma decisão nesse sentido, embora eu, particularmente, já não tenha mais surpresas com relação às decisões do Governo Federal contra o povo brasileiro. Assim, sugiro que essa Indicação seja encaminhada também a nossa bancada federal no Congresso Nacional e aos senadores, porque este é um assunto que vai atingir toda a população do Maranhão”, ressaltou Othelino.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.