Diálogos do Governo do Maranhão com segmentos empresariais garantem novos auxílios emergenciais e financeiros

A partir dos diálogos coordenados pelo Governo do Maranhão com os segmentos empresariais afetados pela pandemia do novo coronavírus (Covid-19), foram criadas novas medidas emergenciais, anunciadas pelo governador Flávio Dino na manhã desta sexta-feira (26).

Nas últimas semanas, a Secretaria de Estado de Indústria, Comércio e Energia (Seinc) dialogou com representantes dos setores de turismo, eventos e microempresários para instituir novas ações nos próximos dias.

Para o secretário Simplício Araújo, o papel do Governo do Estado, por meio da Seinc, em buscar ouvir as demandas de cada setor possibilita que o próprio governo tome decisões acertadas e que beneficiem a população.

Entre as novas medidas anunciadas na coletiva desta sexta-feira estão os auxílios emergenciais e financeiros: o Auxílio Combustível, voltado para taxistas, moto-taxistas e motoristas de aplicativo por dois meses; o Auxílio Emergencial para trabalhadores do setor de eventos, com parcela única de R$ 600,00; o Auxílio Emergencial para guias de turismo e empresas de transporte turístico, com parcela única de R$ 600,00 e R$ 1.000,00, respectivamente; a aprovação do adiamento do pagamento do ICMS para 130 mil micro e pequenas empresas.

“Um dos maiores objetivos do Governo do Maranhão tem sido cumprido com bastante êxito: o de ouvir as demandas da classe empresarial e de toda a população maranhense e, a partir disso, criar soluções por meio de medidas que nos levem a garantir sucesso nesta luta contra o coronavírus”, disse o secretário Simplício Araújo, da Seinc.

O governador Flávio Dino anunciou, também, a criação do Programa Social Vale Gás, que dará assistência para 115 mil famílias de baixa renda e, ainda, a antecipação da primeira parcela do 13° salário dos servidores estaduais para abril.