Dia D da Doação de Sangue é realizado na Policlínica Vinhais

O Governo do Estado promoveu, nesta terça-feira (11), o Dia D de Doação de Sangue na Policlínica Vinhais, unidade que compõe a rede estadual de saúde e é administrada pela Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares (EMSERH). O objetivo da ação foi sensibilizar as pessoas para a necessidade da doação voluntária e, assim, ampliar o estoque do banco de sangue do Centro de Hematologia e Hemoterapia do Maranhão (Hemomar).

O secretário de Estado da Saúde, Tiago Fernandes, acompanhou a ação. “Estamos unidos para estimular a doação e captarmos o maior número de doadores. No contexto da pandemia, tivemos quedas consideráveis no estoque de sangue, então essa é uma mobilização de suma importância. É um desafio nacional e até mundial, por isso pedimos sempre que os maranhenses possam ajudar uns aos outros, pois sabemos que essa atitude salva vidas”, disse Tiago Fernandes.

“Esse evento de hoje é importantíssimo para estimularmos a doação. O sangue é insubstituível e a ausência dele acarreta em paralisação de cirurgias, por exemplo, que é o que não queremos. E vamos continuar estimulando a expansão desse tipo de ação para outras unidades”, enfatizou o presidente da EMSERH, Marcello Duailibe.

As coletas externas são fundamentais para aumentar o número de bolsas de sangue que atendem hospitais públicos e particulares de todo o Maranhão. Para o Dia D, a diretora da Policlínica e da UPA Vinhais contou que mobilizou colaboradores das duas unidades, familiares e amigos, pacientes e familiares de pacientes, além de profissionais da Polícia Civil e da Educação.

“Nós fomos informados que o estoque do Hemomar estava baixíssimo, então resolvemos darmos as mãos. Conseguimos mobilizar uma grande quantidade de doadores. Estamos salvando vidas praticando este ato de solidariedade”, ressaltou Carol Hortegal.

A doação mobilizou profissionais de saúde, mas também moradores de vários bairros da ilha. Foi o caso do repositor de supermercado, Ronaldo Bernardino Melo Magalhães. “Fiquei sabendo por meio de um amigo que ia ter essa campanha. Eu já sou doador junto com minha mãe, então resolvi vir para poder ajudar. Meu amigo também veio e a gente se sente muito feliz em saber que estamos ajudando pessoas, ajudando a salvar vidas. Não precisamos saber quem será ajudado, até porque um dia talvez possamos precisar do sangue de alguém que, assim como nós, sabe da importância desse ato”, frisou.

O Hemomar coletou, em média, 3.300 bolsas de sangue por mês em 2022. Atualmente, todo o estoque encontra-se em situação crítica. No mês de setembro foram 3.351 doações. “A gente sai do Hemomar e ficamos próximo ao doador e isso facilita na coleta, porque acontece de muitas pessoas terem o desejo de doar, mas enfrentam alguma dificuldade. É louvável a atitude da Policlínica, UPA Vinhais e de todos os nossos parceiros que contribuem com a renovação dos estoques de bolsas de sangue”, pontuou Valma Costa, coordenadora da Coleta Externa do Hemomar.

Critérios para doação de sangue

Para doar sangue é preciso ter entre 16 e 69 anos (menores devem estar acompanhados do responsável legal); ter mais de 50 kg; estar bem de saúde, bem alimentado e descansado; e apresentar documento de identificação oficial, original e com foto. Os candidatos à doação passam por uma triagem para avaliação de outros critérios.