CPI dos Combustíveis aprova convocação de representante do Posto Joyce e das distribuidoras Ipiranga e Petrobras

Após reuniões sigilosas e a realização das primeiras oitivas, a CPI dos Combustíveis, presidida pelo deputado Duarte, realizou sessão ordinária nesta segunda-feira (24), quando aprovou, de forma unânime, novos requerimentos de convocações.

A primeira aprovação foi sobre a substituição do representante da distribuidora Ipiranga – que inicialmente se apresentaria na condição de convidado -, além de atender a solicitação de adiamento da reunião e que a pessoa convidada pudesse ser comunicada com o mínimo de dez dias de antecedência.

Assim, tanto o representante da distribuidora Ipiranga quanto o da Petrobras – o gerente regional de Vendas Varejo, Alexandre de Lima, residentes no Pará -, participarão das oitivas como testemunhas no dia 7 de junho, às 14h30. 

“Essa data mais distante é porque são pessoas que estão em outros estados e se faz necessário cumprir as regras, que é o AR, o aviso de recebimento precisa retornar para que não haja nenhum tipo de desculpa. Estes já estão sendo convocados na condição de testemunha – significa dizer que eles não poderão em hipótese alguma mentir nessa CPI, sob pena de responder por crime de falso testemunho”, explicou o presidente.

“Por vezes fazemos duas reuniões, três reuniões na mesma semana; às vezes uma reunião, e as próximas reuniões já com data e horário acertados.”

O segundo requerimento também se refere à convocação como testemunha de um representante do Posto Joyce, localizado em Paço do Lumiar, já para esta quinta-feira (27), às 14h30.

Avanços contínuos

Duarte comentou sobre a aprovação desses novos requerimentos, o que considera como continuidade de avanços para obter informações fundamentais que esclareçam a sucessão de reajustes promovidos nos preços dos combustíveis em todo o Maranhão.

“O que eu posso deixar cada vez mais claro é que estamos trabalhando em conjunto, de forma muito firme pra fazer com que a lei seja respeitada por todos e que o consumidor maranhense possa ter um combustível de menor preço e também com qualidade”, afirmou.

Além do presidente Duarte, participaram presencialmente o relator Roberto Costa; e os deputados membros Adelmo Soares; Wellington do Curso; Zé Inácio; Zito Rolim; e a vice-presidente Ana do Gás, de forma remota.