Com redução de casos da Covid-19 na região, Hospital Macrorregional de Caxias retoma cirurgias eletivas

Com menos de 40% de ocupação dos leitos exclusivos para tratamento da Covid-19, o Hospital Macrorregional de Caxias Dr. Everaldo Ferreira Aragão retomará os procedimentos de cirurgias eletivas, suspensos após o início da pandemia da Covid-19 na região. A unidade, que integra a rede estadual de saúde, está redirecionando uma das alas antes exclusiva para tratamento da Covid-19 para suporte ao atendimento de pacientes na realização de cirurgias eletivas. Serão 26 leitos de enfermaria disponibilizados para o retorno dos procedimentos. 

“Com a redução do número de casos do novo coronavírus na Região Leste do Maranhão e a necessidade da Rede de Assistência em Saúde em dar continuidade às cirurgias e procedimentos eletivos para a população, o Hospital Macrorregional de Caxias, a partir deste mês de setembro, passa a atender as demandas de cirurgias eletivas, não deixando de atender também os casos de coronavírus”, destaca o secretário adjunto da Assistência à Saúde da SES, Carlos Vinícius. 

O diretor-geral do Hospital Macrorregional de Caxias, Jefferson Coutinho, explica que durante a pandemia, foram realizadas apenas cirurgias oncológicas, visto que a unidade é referência em oncologia na região, respeitando todos os protocolos necessários e agora retomam as cirurgias eletivas gerais e em outras especialidades como Urologia e Ortopedia. Entre os procedimentos retomados estão cirurgias para colocação de prótese de joelho e quadril, artroscopia, cirurgia de próstata, cálculo renal e cirurgias de varizes.

“São cirurgias gerais e especializadas, enfim, todos os procedimentos que estavam suspensos por conta do coronavírus. Vamos iniciar com os pacientes que já estavam agendados quando a pandemia começou, ainda de forma reduzida conforme os protocolos enviados pela Secretaria de Estado da Saúde”, afirma o diretor Jefferson Coutinho.

Apesar do retorno dos procedimentos eletivos, a unidade continua com uma ala exclusiva para atendimento a casos da Covid-19, dispondo de 25 leitos, sendo 10 de UTI e 15 clínicos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.