Com articulação do Governo, 150 toneladas de mandioca são enviadas para produção da cerveja Magnífica

Mais de 150 toneladas de mandioca foram encaminhadas para a cervejaria Ambev, na quarta-feira (26), destinadas à produção da cerveja Magnífica. O produto é oriundo do povoado Fala Cantando, localizado no município de Bacabal. 

A compra do produto foi uma articulação da Secretaria de Estado de Indústria, Comércio e Energia (Seinc) e faz parte do compromisso firmado pela empresa que a aquisição da mandioca seja de produtores maranhenses.

A produção é oriunda de pequenos produtores e conta, também, com os trabalhos da Agência Estadual de Pesquisa Agropecuária e de Extensão Rural do Maranhão (Agerp).

Durante o envio da mandioca, acompanharam o processo, o secretário adjunto da Seinc, Luiz Amorim, e a gestora da Agerp em Bacabal, Solaneide Rezende.

O secretário de Estado de Indústria, Comércio e Energia, Simplício Araújo, explica que os trabalhos voltados para a cadeia produtiva da mandioca, em especial, com a parceria da Ambev, estão contribuindo na geração de renda em várias regiões.

“Esse trabalho está sendo coordenado pelo subsecretário, Expedito Júnior, na Região do Mearim. Fizemos, antes da pandemia, várias reuniões e continuamos acompanhando os trabalhos, pois o objetivo é contribuir para o adensamento da cadeia da mandioca, gerando emprego, renda e desenvolvimento”, explicou o secretário.

As tratativas entre a Seinc e a empresa tiveram início em 2015 e resultaram no lançamento da cerveja Magnífica. Além dos produtores rurais, o projeto mobiliza arrancadores, transportadores, por meio de cooperativas e associações. A parceria tem o objetivo de corresponder à vocação natural do Maranhão na produção de mandioca.

“A previsão é que a gente consiga 5 carradas de mandioca para a produção de cerveja Magnífica nesta região, em parceria com a Ambev e com intermediação da Seinc”, pontuou Solaneide Rezende.