Educação

Cerca de 80% de estudantes matriculados na UEMA em 2023 são da Rede Pública

Mais uma conquista para a educação pública do Maranhão. Dados divulgados pela Pró-Reitoria de Graduação (PROG), na segunda-feira (22), traçaram o perfil socioeconômico dos alunos aprovados no Processo Seletivo de Acesso à Educação Superior (Paes) que se matricularam na Universidade Estadual do Maranhão (UEMA) em 2023. O levantamento constatou que 23 mil novos universitários se matricularam nos cursos de graduação da UEMA em 2023. Desses, 79,20% são oriundos de escolas públicas. Além disso, 19,70% são autodeclarados pretos.

O vice-governador e secretário de Estado da Educação, Felipe Camarão, recebeu a notícia com entusiasmo e destacou que a missão do Governo do Estado é garantir oportunidades, para que os estudantes egressos de escolas públicas possam cada vez mais ingressar em universidades.  

“Para nós, do Governo do Estado do Maranhão, é uma imensa satisfação saber que quase 80% dos estudantes da UEMA são oriundos da escola pública. Essa é a nossa missão: garantir oportunidades, para que o estudante da escola pública possa ingressar no ensino superior, tendo igualdade de condições com aqueles que vêm da escola privada. É um motivo de grande orgulho esses índices, e o nosso objetivo é possibilitar cada vez mais aos estudantes egressos de escolas públicas ingressar tanto na UEMA, UEMASUL, UFMA, quanto em outras instituições de ensino superior”, destacou Felipe Camarão.