Centenas de policiais seguem nas ruas em operação de combate ao crime na Grande Ilha

Em viaturas, motocicletas, a pé e com apoio de helicóptero, cerca de 650 policiais seguem nas ruas para conter a criminalidade e a violência na Grande Ilha. No sábado, segundo dia da operação, quarenta pessoas foram detidas e várias apreensões foram efetivadas. A operação será contínua, com reforço aos fins de semana.

Integram a ação as polícias Civil e Militar, e demais grupamentos da Segurança Pública. “Todo o policiamento foi reforçado para esse trabalho conjunto, em que a polícia realiza abordagens, vistorias, fiscalizações e exerce a coerção, quando necessário”, pontuou o subcomandante geral da Polícia Militar do Maranhão, Nilson Ferreira.

O trabalho se concentra na fiscalização de veículos – ônibus, carros de pequeno e grande porte, motos – além de abordagens a pessoas e vistorias na busca por drogas e armas. A ação policial reúne várias outras já desenvolvidas na atividade regular da Polícia Militar. Entre estas, Ilha Segura, Cerco Total, Catraca, Saturação, Inquietação, Duas Rodas, que se concentram no combate à criminalidade nos bairros e grandes avenidas.

O combate aos assaltos a ônibus é o foco da operação Catraca, outra ação da série neste fim de semana, visando garantir mais segurança para quem utiliza o transporte público. O trabalho se faz por abordagens usando viaturas ou a pé; com policiais embarcados nos coletivos; em barreiras fixas, nas principais ruas e avenidas; e ações investigativas nos terminais de integração.

A segunda noite da operação reuniu centenas de policiais militares em mais de 110 viaturas e cerca de 90 motocicletas, ainda com apoio da estrutura do Centro Tático Aéreo (CTA), Cavalaria, Batalhão de Choque e Batalhão Tiradentes, entre outros. As operações têm foco na contenção de crimes como homicídios, tráfico de drogas e assaltos a pessoas e veículos, entre outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.