.

Câmara concede títulos de cidadãos de São Luís a Maria Elisa Borges e Battista Soarez

A Câmara Municipal de São Luís concedeu, na manhã desta segunda-feira (21), títulos de cidadania ludovicense a Maria Elisa Cantanhede Lago Braga Borges e Battista Soarez. Ambas as proposições de outorga dos títulos, são de autoria do vereador Genival Alves (Republicanos). A solenidade contou com a participação de vereadores, familiares e amigos dos homenageados.

Para Genival Alves, o título propicia reconhecimento às duas personalidades, que possuem vasta contribuição aos campos acadêmicos e cultural, e também têm servido de inspiração à juventude e colaborado para o futuro de São Luís. “A concessão da medalha, partiu do reconhecimento por toda a contribuição que ambos têm dado à nossa cidade, ao nosso estado. Por isso, buscamos, não apenas valorizar, mas dar a nossa contribuição àquelas pessoas, que desempenham papéis importantes por meio do seu trabalho, da sua obra”, frisou o parlamentar.

Homenageados – MariaElisa Cantanhede Lago Braga Borges, nasceu no município de Pedreiras (MA). É graduada em Pedagogia, bacharela em Direito e secretária executiva. Possui ainda pós-graduação em Negociação Coletiva no Serviço Público.É tambémservidora pública federal aposentada, cantora, intérprete e poeta. Foi pró-reitora de Recursos Humanos da Universidade Federal do Maranhão (UFMA). É membro da Academia Poética Brasileira (APB), filiada à Associação Maranhense de Escritores Independentes (AMEI) e à Associação de Músicos, Arranjadores e Regentes da Sociedade Musical Brasileira (AMAR/SOMBRAS).

Maria Elisa disse estar honrada com a proposição do parlamentar e com a aprovação unânime da Câmara. “Recebo este título com muita honra, que, para mim, representa o reconhecimento pelo trabalho como servidora pública, pelos trabalhos sociais e pelo acanhado trabalho na literatura e na música. Fico muito feliz pelo conhecimento da casa”, pontuou.

Battista Soarez é jornalista, pedagogo, sociólogo e assistente social. Já realizou vários projetos sociais, nas esferas estadual e federal, voltados para os setores rurais e urbanos, a exemplo do Projeto Nova Alcântara (PNA/2000). Atualmente, integra o Comitê Executivo Estadual de Educação do Campo (Seduc/MA), a Word Parlament of Security and Peace (ONU/UM) e a Associação Brasileira de Psicopedagogia (ABPP).

Para Battista Soarez, a honraria coroa uma trajetória que começou ainda na adolescência. “Este título traz alegria e reconhecimento pela minha luta desde jovem, como escritor e jornalista. Graças a Deus, a minha obra alcançou outros estados e também outros países, e eu me sinto muito honrado por mais este passo”, declarou.