Bombons de chocolates funcionais com menos açúcar, sem glúten e lactose garantem Páscoa saudável

Para quem possui algum tipo de restrição alimentar ou é adepto da boa alimentação, os chocolates funcionais são opções para a Páscoa. A empresária no ramo farmacêutico, Simone Menezes, afirma que é crescente a procura pelo produto e conta que tem ótimas opções da iguaria: sem glúten, 70% de cacau e sem lactose.

Simone Menezes que, em São Luís, administra três lojas da Pharmapele, rede nacional de farmácia manipulada, conta que o chocolate funcional é rico em polifenóis, flavonoides e L-triptofano, que são micronutrientes altamente antioxidantes. Além disso, há sugestões de formulações com vitaminas, minerais, ativos fitoterápicos e probióticos, tornando o tratamento muito mais saboroso!

“Os chocolates funcionais, da Pharmapele, por exemplo, são ricos nesses micronutrientes altamente antioxidantes, com benefícios ao sistema vascular, e que ainda prometem doses de humor e atividade mental. As substâncias são formas farmacêuticas ideais para veicular vitaminas, minerais, ativos fitoterápicos e probióticos”, destacou Simone.

O chocolate 70% cacau da marca é adoçado com maltitol e stevia. Cada bombom contém somente 82 calorias, sendo ideal para pacientes diabéticos, celíacos e praticantes de atividade física. Na versão vegana, a iguaria tem 71% de cacau vegano, livre de sacarose, lactose, proteínas do leite, da soja e glúten. Também é adoçado por maltitol e stevia. Cada porção contém somente 62,4 calorias.

A história do chocolate

A história do chocolate é antiga. Em 1519, os astecas descobriram como fazer uma bebida deliciosa adoçando água e acrescentando grãos de cacau torrados. Mas foi somente no século XVIII que surgiram as primeiras barras, quando o cacau foi misturado ao leite. O amargo pode melhorar a saúde do coração, a pressão sanguínea e melhorar o fluxo sanguíneo para o cérebro. Em formato de ovo ou não, opções não faltam.