.

Biblioteca Benedito Leite lança mais de 50 obras de autores maranhenses na 12ª edição de evento literário

A Biblioteca Pública Benedito Leite, ligada à Secretaria de Estado da Cultura (Secma), promoveu, nesta sexta-feira (25), nas dependências da própria biblioteca, em São Luís, a 12ª edição do ‘Lançamento Coletivo de Obras Maranhenses’. O evento, que proporcionou o lançamento de obras literária de escritores do Maranhão, tem como foco o incentivo e valorização da literatura no Estado.

“Esse é um projeto de fomento à leitura e, principalmente, de incentivo e valorização da literatura. O Maranhão é um celeiro cultural e literário muito grande e todos precisam ser mais conhecidos e reconhecidos e é o que a Biblioteca Pública Benedito Leite busca fazer”, destacou a diretora da Biblioteca Benedito Leite, Aline Nascimento.

A ação, que reúne escritores de diversos municípios maranhenses, busca ainda apoiar os escritores do estado e, também, fortalecer a Biblioteca Pública Benedito Leite como depositária da memória bibliográfica maranhense.

O evento é sempre muito bem aceito pelos escritores, que atribuem a ele a oportunidade de tornarem suas obras conhecidas. “Esse evento é uma das formas de nós sermos conhecidos, de termos nossa obra conhecida e todo projeto nesse sentido é muito bem-vindo”, afirmou o escritor Alan Rubens.

Ao todo, foram 55 autores que tiveram obras lançadas no evento. Uma delas, por exemplo, foi “Adagas e Punhais”, do escritor Antônio Guimarães de Oliveira. Essa obra busca levar ao leitor informações, através de depoimentos, fotografias, documentos e outras fontes de pesquisas sobre o Cangaço, fenômeno social que ocorreu em grande parte do nordeste brasileiro.