Ação integrada da Polícia Civil reduz casos de roubos a residências na Grande Ilha

Ocorrências de roubos a residências diminuíram 65,38%, na Região Metropolitana de São Luís, comparando a primeira quinzena deste mês, com o mesmo período de 2019. Foram 17 casos registrados neste mês de agosto. A queda expressiva é resultado de operações direcionadas ao combate deste modo de crime, executadas pela Delegacia de Roubos e Furtos (DRF), órgão da Polícia Civil. O foco do trabalho é a prevenção dos casos, identificação de líderes das quadrilhas e plano específico no controle a esta criminalidade.

“Os casos, que em determinados meses passavam da centena, começaram a diminuir com a adoção de estratégias específicas de inteligência e operacionais, voltadas para a identificação e prisão das associações criminosas desta modalidade”, explica o titular da DRF, delegado Bruno Figueiredo Aguiar. O delegado acrescenta a atuação conjunta com outros grupamentos da Segurança Pública e polícias de outros estados, em apoio a investigações e no cumprimento de mandados de prisão, busca e apreensão. 

Em um dos casos, a pedido da Polícia Civil do Distrito Federal, policiais da DRF do Maranhão conseguiram informações que levaram à prisão de um homicida. O suspeito havia cometido o crime em Viana (MA), em 2019, e fugiu para Ceilândia, no Distrito Federal, onde cometeu outro homicídio e retornou para São Luís este ano. Com o apoio da DRF do Maranhão, o autor foi localizado e preso dia 11 deste mês, na Cidade Olímpica. Ele estava com mandado de prisão emitido e será transferido para Brasília.

Outro dado positivo, aponta queda de 10,53% nas ocorrências, entre os meses de julho e a primeira quinzena de agosto deste ano. Nesta quinzena, a DRF contabiliza o cumprimento de 75 mandados de prisões, superando os 63 cumpridos em todo ano de 2019. O trabalho foi intensificado com o cenário de pandemia, para garantir a segurança da população, destaca o titular da DRF. “No período de maior isolamento social, houve menor circulação de pessoas e reforçamos as operações, tendo resultado bastante positivo”, enfatiza o delegado Bruno Aguiar. 

A DRF realiza monitoramento mensal dos casos de assaltos a residências em São Luís e região metropolitana e combate a outros crimes patrimoniais, como apropriação indevida de valores e roubos a estabelecimentos comerciais e empresas. 

O planejamento de trabalho, colocado em prática desde 2016, envolve todos os delegados, investigadores, escrivães e administrativos que integraram a delegacia, com apoio de unidades 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.