O Maranhense|Notícias do Estado do Maranhão

Unipar patrocina mostra itinerante da Bienal de São Paulo em São Luís (MA)

A Unipar — líder na produção de cloro e soda na América do Sul e uma das maiores produtoras de PVC — definiu o desenvolvimento humano e o saneamento como pilares para seu Investimento Social Privado nos próximos 10 anos, a partir do avanço da sua diretriz de sustentabilidade. Em linha com essa estratégia, a companhia patrocina mais uma mostra itinerante da 34ª edição da Bienal de São Paulo — Faz escuro mas eu canto, que está aberta para visitação do público até o dia 12 de junho no Centro Cultural Vale Maranhão e na Casa do Maranhão, em São Luís.

A Fundação Bienal de São Paulo tem o compromisso de fomentar e difundir as artes visuais e, por isso, é um dos principais projetos selecionados para receber apoio da Unipar. A companhia patrocina todas as exposições itinerantes programadas entre 2022 e 2023 que ocorrerão em São Paulo, Minas Gerais, Pará, Maranhão, Ceará e Distrito Federal, além de Santiago, no Chile, e Paris, na França.

No Maranhão, os amantes da arte e da cultura poderão escolher entre o Centro Cultural Vale e a Casa do Maranhão para conhecer as obras da mostra que está aberta para visitação até o dia 12 de junho. Nela, poderão conferir um dos 14 elementos utilizados para organizar núcleos expositivos e estimular leituras das obras ao seu redor, chamados pelos curadores de “enunciados”.

Para São Luís, o enunciado escolhido foi “Os retratos de Frederick Douglass”, que agrupa artistas e obras voltados aos processos de colonização, deslocamento, violência e resistência que marcaram e continuam marcando a vida de milhões de pessoas no planeta. Douglass foi um homem público, jornalista, escritor, orador, e um dos principais expoentes da luta pela abolição da escravidão, e até hoje seus retratos circulam pelo mundo como símbolo de justiça e liberdade. A exposição faz parte da programação de mostras itinerantes que acontecerão até a abertura da 35ª Bienal de São Paulo, em setembro de 2023.

O patrocínio da Unipar conta, ainda, com o projeto “Bienal com as comunidades”, que é uma iniciativa que extrapola os muros do evento e convida grupos de diversos pontos da Grande São Paulo a participarem de debates sobre arte, cultura, educação e sociedade. Por meio dele, ações educacionais serão promovidas para comunidades do entorno das fábricas da Unipar com o objetivo de colaborar com o desenvolvimento humano local. A Bienal de São Paulo acontece desde 1951 e é considerada a maior exposição do hemisfério sul e um dos principais eventos do circuito artístico internacional.

“O acesso à arte e cultura tem que ser para todos. Por meio do investimento nessas frentes podemos possibilitar o desenvolvimento de jovens, especialmente aqueles que residem nas comunidades no entorno das nossas unidades, garantindo a eles oportunidades profissionais e pessoais”, afirma Mauricio Russomanno, CEO da Unipar.

O patrocínio da Bienal de São Paulo acontece em parceria com a Secretaria Especial da Cultura, do Ministério do Turismo, por meio da Lei Rouanet. Além dessa lei, a Unipar utiliza recursos de outras leis de incentivo, como ICMS, Lei do Esporte e fundos do idoso. A companhia destina também recursos diretos para patrocínios e doações.

A Unipar fez um investimento de mais de R$ 11 milhões que serão destinados a doações e projetos nos próximos 24 meses, impactando cerca de 850 mil pessoas ao longo deste período. O conjunto de projetos apoiados pela companhia envolve recursos diretos, incentivados e produtos doados. Nos dois anos anteriores foram destinados cerca de R$ 7 milhões para os projetos de investimento social privado.

Sobre a Unipar

A Unipar é líder na produção de cloro e soda na América do Sul e está entre as maiores na produção de PVC, insumos que formam a base de todas as indústrias. Referência do setor petroquímico, a companhia tem ações negociadas na bolsa de valores brasileira (B3 S.A. – Brasil, Bolsa, Balcão). A produção de tais insumos é fundamental para diversos segmentos econômicos, como a indústria têxtil, de papel e celulose, alumínio, brinquedos, sapatos, alimentos, bebidas, remédios, materiais hospitalares e a construção civil. Além disso, tem papel essencial no tratamento da água consumida por milhões de pessoas.

Com foco em sustentabilidade, equipe e cultura, excelência operacional, crescimento sustentável e competitividade, a Unipar é uma das petroquímicas que se destaca na produção de insumos primordiais para o tratamento de água, efluentes e saneamento, e conta com cerca de 1.400 colaboradores diretos e indiretos em seus escritórios e plantas industriais localizadas em Cubatão (SP) e Santo André (SP), no Brasil, e Bahía Blanca, na Argentina. Além disso, contribui com a geração de novos postos de trabalho na Bahia, Rio Grande do Norte e Minas Gerais nos projetos de construção e operação de parques eólicos e solar, em parceria com as empresas de energia AES Brasil e Atlas Renewable Energy.

Ao longo de seus 50 anos de história, a Unipar se conecta e se integra à comunidade por meio de projetos e ações relacionados à sustentabilidade, que geram desenvolvimento humano no entorno de suas unidades e em outras localidades no Brasil e na Argentina.

Serviço 
34ª Bienal de São Paulo – Faz escuro mas eu canto
Programa de mostras itinerantes

São Luis (MA) de 12 de abril a 12 de junho

Entrada gratuita

Centro Cultural Vale Maranhão

Av. Henrique Leal, 149

De terça à sábado das 10h às 19h

Casa do Maranhão
R. da Feira Praia Grande – Centro

De terça à sábado das 9h às 18h

Domingo das 9h às 13h