.

Senar leva ação de saúde para mulheres rurais de Buriti Bravo

Numa parceria entre o Senar/Sindicato e a prefeitura de Buriti Bravo, foi realizada esta semana mais uma edição do programa Saúde da Mulher Rural, levando às mulheres buriti-bravenses exame de prevenção de câncer de colo do útero, além de embelezamento (corte e cabelo e manicure) e entrega de kit de higiene e beleza. O trabalho do Senar teve à frente a assistente social e coordenadora de Promoção Social, Yolanda Gomes.

O programa visa contribuir com a melhoria de vida e saúde integral das mulheres do meio rural, com a intenção de sensibilizar e proporcionar autonomia para escolhas corretas, a fim de promover a saúde física e mental, bem como mudanças de comportamentos que impactam na qualidade de vida individual e coletiva.

O povoado Angical, sediou o evento e contou com consultas médicas, testes rápidos e exame de eletrocardiograma, conforme encaminhamento médico. Tudo promovido pela prefeitura municipal, dentro do Governo Itinerante.

A ideia, segundo a prefeita Luciana Leocádio, é levar o mais perto possível da população serviços essenciais voltados para educação ambiental, políticas públicas para as mulheres, assistência social, atendimento às crianças e aos adolescentes, palestras, vacina contra a Febre Aftosa e inúmeros outros.

Movimento

Além dos cuidados com a mulher, o Senar levou conhecimento ao homem rural daquele município, ministrando palestra voltada aos produtores rurais presentes no movimento. Com o tema: ‘Combate à cigarrinha’, o técnico de campo (engenheiro agrônomo), Juniel Linhares, falou dos aspectos negativos e do controle deste tipo de praga nas pastagens.

“A praga da cigarrinha que tem atingido o município de Buriti Bravo, foi o principal motivo de estarmos aqui, a convite da Secretaria de Agricultura. Uma palestra de suma importância, que certamente estamos tirando muito proveito para aplicarmos em nossas pastagens”, ressaltou o presidente do Sindicato dos Produtores Rurais de Buriti Bravo, Cleyton Castro, que apoiou o projeto juntamente com membros de sua diretoria.

A explanação reuniu dezenas de produtores e contou com a participação na abertura, do superintendente do Senar, Luiz Figueiredo, representantes da Agerp, Aged e as Secretarias municipais de  Agricultura e de Meio Ambiente que conduziram os trabalhos.

No entendimento da Coordenadora do programa Yolanda Gomes, às mulheres rurais precisam de incentivo para a realização do exame anualmente. “É muito importante este programa para o Senar, para a comunidade, para a prefeitura e para todo o estado que trabalha a questão da saúde da mulher rural e como complemento a questão da beleza com corte de cabelo, cuidado com as unhas, dentre outros”, disse ela.

Segundo o superintendente Luiz Figueirêdo, as atividades  do programa Saúde da Mulher Rural são de grande importância para a mulher do campo. “Se já é difícil envolver as mulheres da zona urbana nesse trabalho preventivo, imaginem as mulheres da zona rural, que têm pouca chance de participar de ações como esta, que está sendo oportunizada pelo Senar”, enfatizou ele.