Porto do Itaqui se prepara para expansão

Passada a temporada de chuvas, começaram as obras de manutenção no Porto do Itaqui; um investimento de R$ 59,1 milhões da Empresa Maranhense de Administração Portuária (EMAP ). Com todos os cuidados sanitários de prevenção à Covid-19, o serviço de pavimentação de áreas secundárias foi iniciado, este mês, pela Avenida Itapecuru (de acesso ao porto) e contempla ainda os terminais externos: Ponta da Espera, Cujupe, Porto Grande e Cais de São José de Ribamar. 

Também seguem em execução as obras de recuperação estrutural dos Berços 103 e 106 e recuperação catódica dos Berços 101 e 102, iniciadas neste ano e que tem prazo de execução de três anos.

A pavimentação das vias internas do porto foi iniciada neste mês e a previsão é de que seja concluída até dezembro. Esta é a primeira etapa do contrato, no valor de R$ 26,8 milhões, que contempla a requalificação de toda a infraestrutura viária do Itaqui, dos terminais e a respectiva manutenção, por um período de três anos. O material utilizado é o CBUQ (concreto asfáltico usinado a quente) e concreto estrutural com fibras metálicas e bloco intertravado. Este último com a vantagem de proporcionar ganho de tempo para a execução.

“Esses são serviços necessários de manutenção e, também, de preparação do Porto do Itaqui para uma nova etapa de crescimento sinalizada pelos projetos de ampliação do Tegram, dos terminais de combustíveis e de fertilizantes, além da linha regular de contêineres, retomada em fevereiro, que vem se consolidando cada vez mais”, afirma o presidente do Porto do Itaqui, Ted Lago.

Os próximos projetos a serem licitados são para obras de modernização das subestações e construção de uma unidade do Corpo de Bombeiros no Terminal da Ponta da Espera, para atendimento a toda a comunidade portuária.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.