Polícia Rodoviária Federal no Maranhão tem novo superintendente

O Diário Oficial da União (DOU) desta sexta-feira (11) trouxe a publicação da Portaria n⁰ 564 do Ministério da Justiça e Segurança Pública, que designa como novo superintendente da Polícia Rodoviária Federal no estado do Maranhão o Inspetor Agnaldo do Nascimento Filho, PRF desde 2006.

A nomeação do novo superintendente do Maranhão já havia sido divulgada há mais de mês com o Diretor-Geral da PRF, Silvanei Vasques. Na verdade, foram várias alterações nas diversas superintendências. O então superintendente no Maranhão, inspetor Paulo Moreno, no cargo há seis anos, foi indicado para assumir a função de Superintendente da PRF no estado do Piauí. As mudanças fazem parte de um novo modelo implantado pela atual gestão no nacional da Polícia Rodoviária Federal.


Um bom currículo

O novo Superintendente no Maranhão, inspetor Agnaldo, tem 40 anos. É graduado em Gestão Pública. PRF desde 2006, tendo exercido suas atividades nos Estados da Bahia, Pernambuco e no Distrito Federal.

Durante esse período na instituição, ocupou funções de chefe do Núcleo de Policiamento e Fiscalização em Seabra/BA e chefe da Delegacia em Eunápolis/BA. Mais recentemente, estava desempenhando a função de Coordenador-Geral de Segurança Viária da PRF, além de acumular experiências profissionais em Segurança Viária, Estratégias de Policiamento e Fiscalização e Educação Corporativa.

Marca frequente da sua trajetória na PRF é a participação ativa na Coordenação de Policiamento e Fiscalização em grandes eventos realizados no país como a Jornada Mundial da Juventude em 2013, a Copa do Mundo de Futebol de 2014, os Jogos Olímpicos de 2016 e a Copa América de 2019. Além disso, é instrutor da PRF nas áreas de Policiamento e Fiscalização, Fiscalização de Trânsito e Fiscalização de Peso e Dimensões.

Agnaldo do Nascimento Filho já está no exercício da função em São Luís dando continuidade ao legado da instituição no estado construído pelos outros gestores que o antecederam, e ressalta a receptividade da população maranhense e a diversidade cultural existente no estado.