.

Polícia Civil deflagra operação Oneratus visando desarticular associação criminosa interestadual de roubo e maquinas pesadas

A Polícia Civil, por meio da Delegacia de Roubos e Furtos de Veículos – DRFV, vinculada à Superintendência de Polícia Civil da Capital, com apoio da Polícia Civil de Goiás, por meio do GEPATRI/Anápolis-GO, deflagraram na manhã desta sexta-feira (2)), a OPERAÇÃO ONERATUS, visando desarticular uma associação criminosa especializada em roubos de máquinas pesadas.

No dia 09/05/2022 ocorreu um crime de roubo mediante concurso de pessoas e restrição da liberdade de quatro funcionários de uma empresa que possui um canteiro obras no município de Olinda Nova/MA, ocasião em que ocorreu a subtração de uma Pá Carregadeira Volvo L 90, avaliada em aproximadamente R$ 1.200,00 (um milhão e duzentos mil reais), além de dinheiro e pertences das vítimas.

Com as investigações de Polícia Judiciária comandadas pela DRFV/PCMA, iniciadas logo após o cometimento do crime, verificou-se que os assaltantes utilizaram um caminhão Volvo, modelo FH 380, com uma estrutura de semirreboque totalmente adaptada para o transporte da máquina produto do roubo.

O veículo teve seu trajeto apurado nas investigações permitindo a definição do local provável onde poderia ser encontrado, o que ocorreu no dia 16/05/2022, no município de Alto Alegre/MA. Ainda no dia 16/05/2022 equipe de policiais civis da DRFV/PCMA tiveram contato visual com os assaltantes, houve perseguição, porém o bando conseguiu se evadir.

Com o aprofundamento das investigações, a DRFV/PCMA conseguiu identificar os autores do crime e em seguida representou pelas prisões cautelares.
No munícipio de Bacabal/MA foram presos dois investigados, que estavam na posse de arma de fogo, supostamente utilizada no crime, e um aparelho celular produto do crime de roubo ocorrido em Olinda Nova/MA. Os presos foram conduzidos para a Delegacia Regional de Bacabal, onde serão autuados em flagrante delito, e terão os mandados de prisão cumpridos.

Já no município de Anápolis/GO, foram presos outros dois investigados, além da genitora dos criminosos, pois havia um mandado de prisão em aberto em seu desfavor. Os presos foram encaminhados para a sede do GEPATRI/PC-GO, onde serão interrogados e em seguida encaminhados para o sistema prisional.