.

PL determina que locais com grande fluxo de pessoas tenham funcionários aptos a lidar com crises de Transtorno do Espectro Autista

Um projeto de lei proposto pelo vereador Ribeiro Neto (Patriota) estabelece que em locais de grande fluxo de pessoas haja, dentre os funcionários, pessoas que saibam lidar com as crises de Transtorno do Espectro Autista (TEA).

A proposição considera locais de grande fluxo de pessoas shoppings centers, estádios esportivos, salas de cinema e teatro, locais para shows, locais de atendimento ao público, metrôs e todos os demais que recebam um grande número de pessoas, mesmo que transitoriamente.

O texto do projeto de lei esclarece a relevância da iniciativa: “Pessoas com Transtorno do Espectro Autista podem apresentar manifestações agudas com sintomas de agitação e/ou agressividade que podem ocorrer por diversos motivos, como dificuldade em comunicar algo que gostaria, alguma dor, algum incômodo sensorial, entre outros. Nesses momentos, é fundamental tentar compreender o motivo dos comportamentos observados, para então propor estratégias que possam ser efetivas”.