Pacientes de UTI do Hospital de Cuidados Intensivos recebem assistência odontológica

Os serviços na área de Odontologia seguem em pleno funcionamento no Hospital de Cuidados Intensivos (HCI), referência para o tratamento de pacientes com a Covid-19 no Maranhão. O serviço, executado de modo especial na UTI, diminui o risco de que pacientes intubados desenvolvam pneumonia devido à proliferação de bactérias na cavidade bucal. 

De acordo com Sandro de Matos Salgado, odontólogo que está na linha de frente da Odontologia na UTI Covid-19, ter este profissional dentro de uma UTI é fundamental para a remoção de foco infeccioso e controle de higiene oral. 

“A sepse é a principal patologia associada a óbito em UTI. Por isso, é imprescindível controlar a higiene oral, para prevenção de pneumonia associada à ventilação mecânica. Se a cárie em um atleta diminui o rendimento dele de 25 a 30%, imagine em uma pessoa hospitalizada. Um paciente com fungos na cavidade oral e com o sistema imunológico já debilitado pela Covid-19 influencia no desfecho de controle de infecção, oferece risco de pneumonia e impacta no tempo de internação”, explicou o odontólogo. 

O profissional explica ainda que é comum pacientes de UTI intubados e com muito tempo de sedação a perda de alguns reflexos de deglutição e proteção de via aérea. Na UTI, são realizados procedimentos como drenagem de abscesso, diagnóstico, higienização e extrações. 

Não há um consenso da comunidade científica, acerca da correlação da trombose e a Covid-19, mas alguns pacientes desenvolvem coágulos sanguíneos. Um deles é a trombose de ponta de língua. Tudo isso reforça o impacto do serviço odontológico na evolução do paciente. 

“É um serviço de grande importância para a unidade, não só para os pacientes de UTI, como para o hospital como um todo. Temos pacientes graves devido a Covid-19 e esse serviço diferenciado já está dando resultados”, afirmou o diretor clínico do HCI, Marcus Granjeiro.  

O Hospital de Cuidados Intensivos possui, atualmente, 42 leitos de UTI, que são assistidos por dois odontólogos que compõem a equipe multiprofissional da unidade. A unidade compõe a rede da Secretaria de estado da Saúde e é gerenciada pela Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares (EMSERH).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.